[SWD] Magic Sword: Prólogo Geral

Oi oi, pessoal! Crys-chan voltou com um novo jogo, Magic Sword! Eu realmente amo esse jogo. Espero que gostem! :)

{Eu usarei o nome que o jogo ofereceu, “Lily Stewart”.}
Você: Um país cercado por montanhas imponentes e abençoado com abundante beleza natural. Theodore. Esse é o país no qual eu nasci, e o país que eu devo proteger.
Vovô: Princesa! Princesa Lily!
Você: Vovô! Por favor, fale baixo!
Vovô: Eu sinto muito, Princesa Lily. Oh, você estava treinando?
Você: Sim. Eu quero me tornar mais forte, mesmo se apenas um pouco. As vidas das pessoas jazem em meus ombros.
Vovô: Desde que seu pai o rei morreu... Você realmente se tornou mais forte.
Você: É apenas natural. Se eu não me tornar forte, quem irá proteger minha mãe e minhas pessoas? E então, há a espada sagrada, confiada a mim por meu pai...
Você: A espada sagrada Excalibur, passada adiante de geração a geração no país de Theodore. Tem sido o dever dos sucessivos reis protegê-la. Desde que meu pai morreu, minha mãe a rainha lida com o lado político das coisas. E eu sou confiada a proteger a espada sagrada.
Você: Entretanto, Vovô, não havia algo que você queria?
Vovô: Oh! É mesmo! As culturas que as pessoas têm demandado desde...
Boooom!
Você: O qu... o que foi isso!?
Você: Atordoados pela explosão ensurdecedora, nós viramos na direção do portão do castelo. Lá nós vimos um homem a cavalo, cercado por incontáveis soldados.
???: O que é isso?
Você: Vo... você é Rei Arthur!?
Arthur: Há quanto tempo, Lily.
Você: O que você quer dizer por isso!? Por que você repentinamente atacou meu país?
Arthur: Eu vim recuperar algo que pertence ao meu país. A espada sagrada Excalibur.
Você: Do que você está falando!? Excalibur pertence a Theodore!
Arthur: Você está errada. A espada sagrada pertence a Logres.
Você: (O que Rei Arthur está dizendo?)
Você: Chocada pelas palavras inesperadas e ataque, minha visão ficou nebulosa.
Arthur: Lily, me entregue a espada sagrada. Se você fizer isso, eu terminarei esse ataque.
Você: Eu não posso fazer isso! Meu pai... Esse é um tesouro que meu pai e muitos reis antes dele protegeram por muitos anos... Eu não posso apenas entregar uma espada tão preciosa...
Arthur: Eu vejo. Bem, então...
Você: Rei Arthur repentinamente levantou sua mão direita. Ao seu sinal, os soldados gritaram, e começaram a invadir o castelo.
Você: (Esse castelo, esse país, minhas pessoas... Tudo que meu pai e minha mãe protegeram... Não! Eu não deixarei isso ir mais longe! Eu preciso proteger todos eles!)
Você: Vovô! Informe a rainha imediatamente!
Vovô: Sim, Princesa! Às suas ordens!
Você: Então soe o alarme. Reúna tantos soldados quanto possível!
Você: Vovô assentiu, então saiu correndo. Eu agarrei a rapieira que eu estive segurando ainda mais firme, e avancei a Rei Arthur.
Arthur: Muito boa esgrima, mas... sua defesa é fraca.
Você: Sem nem mesmo desmontar, ele repeliu meu ataque e pressionou seu contra-ataque.
Você: (Eu tinha ouvido de sua proeza, mas nunca imaginei que ele poderia ser tão forte assim...!)
Você: Eu fui apenas capaz de lançar um ataque depois daquilo, eu estava constantemente na defensiva.
Você: (Se eu pudesse, de algum modo, apenas acertar um golpe!)
Você: Logo quando eu desejei isto...
???: O que uma mulher está fazendo no meio da batalha!?
Você: Com essas palavras, um homem desconhecido agilmente saltou entre Rei Arthur e eu.
Você: Qu... quem é você?
???: Huh? Você... você é a Princesa Lily.
Você: Quem é você?
Você: O olhar do espadachim misterioso virou brevemente em minha direção.
???: Agora não é a hora para tais perguntas. Eu o segurarei aqui enquanto você foge.
Você: Eu... Eu também lutarei!
Espadachim misterioso: Mulheres nunca devem brandir espadas ou outras armas! Por uma coisa, não há ninguém aqui quem é páreo para Rei Arthur, há?
Você: Mudando seu aperto em sua espada, o espadachim firmou seu pé, e balançou ao Rei Arthur. Mas Rei Arthur facilmente aparou o golpe.
Arthur: Você tem alguma habilidade... mas você é um pouco imprudente demais.
Espadachim misterioso: Esse é apenas o começo!
Arthur: Eu disse que você age imprudente demais, não disse?
Você: (Seus ataques eram precisos, mas eles estão sendo totalmente bloqueados...)
Espadachim misterioso: Esse não é... o fim...!
Você: Com um sorriso destemido, o espadachim começou a passar correndo por Rei Arthur.
Você: (O que ele está fazendo!?)
Você: Enquanto eu imaginava, ele pulou na direção de uma das árvores do jardim. Dando o pontapé de saída do tronco da árvore, ele usou o coice para lançar um novo ataque a Rei Arthur.
Espadachim misterioso: Hiyaaaaa!!
Você: A ponta de sua espada apenas tocou Rei Arthur. E naquele instante, impossivelmente, ele caiu, como se acertado por um raio.
???: Não pense em tocar Arthur.
Espadachim misterioso: Ughn...!
???: Tentando levantar novamente? Você é persistente, não é? Eu vou deixá-lo sem po...
Arthur: Merlin! Você a encontrou?
Merlin: Sim, aqui está.
Você: Então dizendo, Merlin produziu...
Você: Excalibur!
Arthur: Não parece haver qualquer dúvida.
Merlin: Absolutamente nenhuma.
Arthur: Muito bem, vamos nos retirar.
Merlin: Você não vai destruir esse país?
Arthur: Eu não tenho a energia para me incomodar com isso.
Merlin: Eu vejo...
Você: Rei Arthur emitiu sua ordem, e os soldados começaram a se retirar.
Você: (Não, eu não posso deixá-lo tomar a espada sagrada! Meu juramento ao meu pai.. Meu juramento para protegê-la será quebrado! Eu preciso tomá-la de volta!)
Você: Eu estava preparada para correr atrás deles, mas repentinamente eu ouvi o espadachim gemer.
Espadachim misterioso: Uhn...
Você: (Esse homem, quem não era um soldado, e cujo nome eu nem mesmo sabia, foi severamente machucado por meu bem... E os soldados de dentro e de fora do castelo, também...)
Você: Antes que eu soubesse, eu tinha soltado a espada e corrido para o lado do espadachim. Uma semana depois do ataque repentino de Rei Arthur. O país de Theodore estava rapidamente se recuperando. Nenhum dos civis foi seriamente machucado, mas... Houve muitas mortes entre os soldados, e alguns estavam gravemente feridos.
Você: Mãe, como você está se sentindo?
Rainha: Eu estou bem, querida. Obrigada.
Você: Bem, por favor, não se sobre-esforce.
Você: Minha mãe foi levemente ferida, e estava atualmente proibida de levantar de sua cama. Mas seu rosto estava imaculado, e ela era capaz de conversar, o que eu suponho foi a única salvação a ser tomada desse evento.
Rainha: Lily, eu preciso falar com você.
Você: Sobre o que você quer falar?
Rainha: Você... Você está planejando tentar tomar Excalibur de volta, não está?
Você: Umm... Por qu... por que você acha isso?
Rainha: Você é minha filha. Eu posso dizer apenas ao olhar para você. E eu sei que não há como parar você.
Você: Mãe...
Rainha: Entretanto, eu não posso permitir que você tente recuperar a espada sagrada por si mesma. Portanto... Eu me comuniquei com 3 outros quem podem lhe ajudar em sua busca.
Você: Mãe! Eu sou perfeitamente capaz de fazer isso sozinha!
Rainha: Por favor, atenda os desejos de sua mãe. Eu... Eu não posso suportar perder você, também.
Você: As emoções de minha mãe pararam minhas palavras em minha garganta.
Rainha: Eles são todos os cavalheiros dignos.
Fim do prólogo. É hora de escolher sua rota!


Este é o fim do prólogo. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Lidas ♥