[SWD] Magic Sword: Estel (capítulo 1)

Estel
Só há um homem que permite tocar você... Esse sou eu.
Idade: 26
Altura: 188cm
Raça: Elfo
Arma: Arco, Faca
Estel é um dos três homens viajando conosco para recuperar a espada.
Conhecido por seu estilo de luta gracioso e aparência belíssima. Esse homem que aprecia a natureza como sua vida.
Quando somos apresentados pela primeira vez, ele me parece familiar, como se até mesmo nos encontramos antes.
Por que ele continua me encarando?
Foi um sinal de... ou apenas um mal-entendido?
Oi oi, pessoal! Crys-chan chegou com a rota do Estel. Esse é um presentinho atrasado pra Taina! Espero que gostem! :)

Estel (História Principal) – Capítulo 1

Você: Membros da equipe para recuperar Excalibur de Rei Arthur foram reunidos. Ethan o soldado, Ray o feiticeiro, Estel o Elfo, e eu mesma. Você poderia dizer que todos eram únicos rudes à sua maneira...
Você: (Nós estamos condenados...)
Estel: Lily, sua cabeça dói?
Você: O quê?
Estel: Você tem estado segurando seu rosto em dor pelos últimos minutos.
Você: Aparentemente, eu tinha ficado tão presa em minhas preocupações que eu tinha apertado minha cabeça.
Você: (Eu queria dizer, “Vocês meninos estão causando minha dor de cabeça”, mas não podia...)
Você: Uh... Eu estou bem. Eu estava apenas pensando sobre algo.
Estel: Entendo. Muito bem.
Você: Eu suspirei de alívio. Graças a deus que Estel acreditou em mim. A cidade do castelo estava movimentada como de costume. Vozes robustas oferecendo peixe e legumes soaram pela praça.
Ray: Eu percebi da última vez que vim aqui, Theodore com certeza é grande na agricultura.
Você: Sim, isso é verdade. Nós trocamos nossos bens com os reinos vizinhos.
Ray: Eu acho que cada reino tem sua coisa.
Ethan: Minha pátria era abundante em arte folclórica.
Você: Vocês têm muitos turistas – é realmente lucrativo para vocês. Mas como você pode ver, nós não temos nada de notável para ver aqui.
Ethan: Sim, e nós também temos fontes termais lá em casa...
Você: Enquanto Ethan falava bem de sua pátria, Estel murmurou atrás dele.
Estel: Natureza é a própria riqueza.
Você: Huh...?
Estel: Theodore é muito mais abundante com a natureza que os outros reinos. Eu acho que você deve se orgulhar disso.
Você: ...
Estel: Embora eu suponha que a natureza não interesse ao homem.
Você: Isso não é de todo verdade! Na verdade, eu estou honrada que você elogia meu reino por isso!
Você: Eu olhei ao redor ao meu reino, abraçado por montanhas.
Você: Meu reino é querido para mim. Eu considero a natureza tão preciosa quanto qualquer outra mercadoria. Mas, infelizmente, ninguém mais parece reconhecer isso...
Ethan: Agora que você menciona isso, esse reino alardeia uma paisagem mais natural comparada às outras.
Estel: É por isso que esse reino é bem adequado para agricultura.
Ethan: Agora eu entendo! Vocês elfos veem coisas que nós muitas vezes perdemos.
Você: Ethan deu a Estel um tapa de apoio no ombro. Os olhos de Estel se afastaram.
Ethan: E-ele ainda está me ignorando...
Você: (Hmmm, eu realmente quero que eles se deem bem, já que nós estamos nessa missão juntos.)
Estel: ...
Você: (Hm? Estel está me observando?)
Você: Estel, o que é?
Estel: Não... Deixa pra lá.
Você: Os olhos de Estel se afastaram de mim.
Você: (Ele ainda não me dirá nada...)
Você: Ele sempre pareceu como se quisesse falar, mas quando perguntado, ele sempre respondia, “Deixa pra lá”. E isso me incomodava.
Você: (Mas eu não quero forçá-lo a falar também...)
Você: Enquanto eu pensava isso, Ray bateu na porta.
Ray: Vamos fazer compras antes de deixarmos Theodore.
Você: Huh? Mas por quê?
Ray: Oh, incômodo. É por isso que eu odeio princesas...
Você: R-responda-me!
Ray: É um longo caminho de Theodore até Logres. Se nós não comprarmos comida o suficiente pra jornada, nós vamos morrer de fome.
Ethan: Ele está certo – nós podemos não encontrar uma vila pelo caminho.
Você: Oh, entendo.
Ethan: Eu também quero preparar minhas armas. Devemos nos dividir temporariamente?
Você: Muito bem. Vamos nos reunir novamente aqui em uma hora.
Ethan: Entendido, Princesa.
Ray: Bem, até mais então.
Você: Os dois homens partiram, deixando eu e Estel sozinhos juntos.
Você: Estel, você quer fazer compras?
Estel: Eu não preciso de nada em particular.
Você: Oh, entendo.
Estel: O que você quer fazer?
Você: Eu não tenho nada em particular para fazer também...
Estel: Você pretende ficar aqui estupidamente pela hora inteira?
Você: Ngh... V-você tem um ponto. O que devemos fazer?
Estel: ... Você gostaria de dar um passeio comigo?
-Sim, e vamos fazer compras também.
-Sim.
Aqui você pode decidir como responder. A resposta “Sim” dá pontos de romance com o Estel.
Você: Sim, essa é uma boa ideia. Um modo de passar o tempo e ter uma conversa. Um passeio parece ótimo.
Estel: Você quer conversar?
Você: Eu quero que nós nos conheçamos.
Estel: Entendo... Bem, vamos.
Você: Estel calmamente disse quando ele começou a andar. Eu andei junto ao lado dele.
Você: O clima com certeza está bom hoje.
Estel: Sim, está.
Você: Faz-me querer abandonar Excalibur e continuar passeando o dia todo...
Estel: ...
Você: Oh! Eu estava apenas brincando ainda agora! Eu nunca abandonaria minha missão.
Estel: ... Muito bem.
Você: Estel não adicionou mais nada e nosso passeio foi mais uma vez acompanhado pelo silêncio.
Você: (Eu não acho que ele está zangado ou cansado de mim...)
Você: Mas eu ainda não podia evitar me sentir ansiosa. Bem quando eu estava prestes a suspirar, eu senti os olhos de Estel em mim novamente.
Você: (Po-por que ele continua encarando...)
Estel: ...
Você: E-Estel, sou só eu ou você tem estado me encarando muito desde que nos encontramos... Há algo que você deseja perguntar?
Estel: Nada em particular.
Você: Oh, entendo...
Estel: Só que...
Você: (“Só que”, o quê? Há alguma razão por trás disso?)
Estel: Eu estava me perguntando por que você não se lembrou de mim.
Você: Huh...!?
Você: O rosto de Estel pareceu triste quando ele soltou um suspiro.
Você: (Estel e eu já nos encontramos antes? Mas onde? E quando?)
Você: Eu teria me lembrado de encontrar um elfo. Eu desesperadamente procurei em minhas memórias, mas não encontrei nada.
Você: (Quando eu encontrei Estel...?)
Você: Quando meus olhos se moveram rapidamente lado a lado em confusão, eu repentinamente senti uma respiração em minha orelha.
Você: Ah!
Você: Os lábios de Estel estavam tocando minha orelha.
Você: Huh!? O-o qu...
Você: Ignorando minha confusão e desconforto, Estel sussurrou em minha orelha.
Estel: Pequena Lily?
Você: Uh... Por que você me chamou disso?...
Estel: Você ainda deve segurar aquela boneca para dormir?
Você: Ah! C-como você sabe disso?
Estel: Hmhm. Você me disse. Lá no lago...
Você: O lago...
Você: Cada vez que Estel sussurrava em minha orelha, fogo corria pelo meu corpo. E com isso, memórias...
Estel: Pequena Lily, você é uma chorona e esquecida também?
Você: Eu n-não sou uma chorona...! Espere, o quê? Eu acho que nós já tivemos essa conversa antes...
Estel: Você lembra agora?
Você: Estel perguntou, puxando seu cabelo para trás de sua orelha. Um lindo piercing verde esmeralda brilhou em sua orelha.
Você: Oh...!
Você: O lindo verde trouxe minhas memórias de volta.
Você: Esse brinco verde... Eu já o vi antes!
Estel: Eu o usei desde a infância.
Você: É verdade. Quando você era realmente jovem...!
Você: Memórias se despejaram de mim, como tesouro de um baú trancado.
Você: Eu encontrei você, Estel. Pelo lago no oeste.
Estel: Você tinha ido lá procurando por flores, mas estava chorando.
Você: Aq-aquilo foi porque... Eu tinha perdido minha boneca favorita... Mas você a resgatou do lado para mim.
Estel: ... Sim.
Você: E por muitos dias depois daquilo, nós nos encontramos no lago para brincar.
Estel: Você carregou aquela boneca pra todo canto.
Você: E você sempre carregou seu arco.
Estel: Eu estava surpreso em quanto de uma moleca você era. Tão diferente de minha primeira impressão – eu quase me perguntei se você era mesmo uma garota.
Você: Eu era mesmo uma moleca? Deus, que constrangedor.
Você: As memórias calorosas colocaram um sorriso em meu rosto.
Estel: Nós brincamos no lago até o anoitecer...
Você: Hmhm! Eu me diverti tanto...
Você: Então eu repentinamente notei uma sombra em minhas memórias.
Você: (Huh? Mas quando eu parei de brincar com Estel?)
Você: Minhas memórias estavam muito vagas a esse ponto.
Estel: Você demorou demais para lembrar.
Você: D-desculpe. Mas eu não pensei que você poderia possivelmente ser aquele menino elfo. Porque naquela época... Eu achei que você era uma garota.
Estel: O quê?
Você: Bem, Estel, você sempre teve um rosto muito bonito... Foi um erro honesto. E além disso, você costumava ser muito alegre.
Estel: Eu era?
Você: Você era. Você me provocava muito... E você estava sempre sorrindo.
Estel: Eu não me lembro disso.
Você: Estel fingiu esquecer enquanto sorria secretamente para ele mesmo. Sua expressão fez meu coração pular uma batida.
Você: (Por que o rosto sorridente dele como um homem faz meu coração palpitar assim?)
Você: Incapaz de olhá-lo no rosto, eu abaixei meu olhar.
Estel: Você não pode nem olhar para mim? Você me preferia quando eu era uma criança, então?
-Você ainda é a mesma pessoa.
-Eu ainda tenho dificuldade de aceitar que você é a mesma pessoa.
Aqui você pode decidir como responder. A resposta “Você ainda é a mesma pessoa” dá pontos de romance com o Estel.
Você: Não é realmente isso... Eu apenas vejo você agora e você como uma criança. Mas eu não posso aceitar que você é a mesma pessoa.
Estel: Então, olhe pra mim até que você possa ver que eu sou a mesma pessoa.
Você: Estel sorriu enfeitiçante e moveu lentamente seu rosto para mais perto do meu.
Você: E-espere. Você está perto demais...!
Estel: Mas nós costumávamos falar assim de perto um ao outro o tempo todo.
Você: N-nós costumávamos...!
Você: (Eu posso sentir sua respiração... Ahhh, isso é constrangedor demais.)
Estel: Pequena Lily.
Você: P-por favor, não me chame assim. Isso me faz tremer.
Estel: Assim parece. Seu rosto está vermelho.
Você: P-por favor, não me provoque.
Estel: Eu não estou provocando você. Eu estou meramente conversando com você.
Você: (Ele disse. Com um sorriso. Ele está me provocando, eu sei disso...!)
Você: Bem quando meu corpo tinha ficado paralisado de vergonha, uma voz me libertou.
Ethan: E aí, Lily, Estel!
Você: Oh... Ethan!
Estel: ...
Você: A visão de Ethan, Estel se separou de mim.
Ethan: Eu estava pensando que já era hora. Felizmente eu me encontrei com vocês dois.
Você: Você terminou de fazer compras?
Ethan: Sim. Eu estou todo pronto. Então o que você e Estel estavam conversando ainda agora?
Você: Huh!?
Ethan: Pareceu que ele estava se aproximando de você.
Você: (E-ele nos viu!?)
Estel: Não foi nada.
Você: Estel disse brevemente, andando alguns passos longe de nós.
Você: (Apenas alguns minutos mais cedo ele tinha parecido tão alegre. Agora ele parece amuado... Ou melhor, ele tinha retornado ao jeito que ele sempre era. Ele parecia como uma pessoa completamente diferente.)
Você: Incapaz de desviar meus olhos de Estel, eu fiquei assustada ao de repente ver Ray junto ao portão.
Ray: Sendo vítima da flecha do Cupido antes mesmo da jornada começar, eh?
Você: Quê! O que você quer dizer!?
Ray: Não esconda. Você tava beijando Estel.
Você: Não, eu não estava! Espere, você estava nos espiando!?
Ray: É. Eu vi Estel se inclinar pra perto de você e falar alguma coisa.
Ethan: Eu também vi isso.
Ray: Se vocês não estavam beijando, o que vocês estavam fazendo?
Você: N-nós estávamos apenas conversando.
Ray: Isso é convincente.
Você: Com um sorriso brincalhão em seu rosto, Ray colocou ambas as mãos em meus ombros.
Você: Não seja sarcástico! E, Ray! Não me toque!
Você: Eu afastei Ray.
Você: Venham! É hora de ir.
Ethan: Eu suponho que sim.
Ray: Oh querido, e Lily e eu estávamos nos divertindo tanto.
Você: Divertindo!?
Ray: É. Eu amo como você age quando está provocada.
Você: Esqueça!
Você: Eu comecei a andar para longe de Ray.
Ray: Não amue.
Você: Eu não estou amuando.
Ray: Você já é feia o suficiente.
Você: Ele disse, cutucando de brincadeira em meu rosto.
Você: Woa- Por favor, pare com isso!
Ray: Só tentando amaciar essas bochechas duras. Oh, agora elas estão macias. Hahaha! Agora isso é divertido.
Você: Pare com is-!...
Você: Estel finalmente interveio, afastando a mão cutucante de Ray.
Estel: ...
Você: Oh, Estel... Obrigada.
Ray: Qual é o problema, Estel? Tá com ciúmes que eu tô roubado sua garota?
Estel: Não em particular.
Ray: Então por que você parece tão sombrio, velho amigo?
Estel: ...
Você: Estel não disse nada mais e se afastou.
Ray: Ele não gosta de conversar, eh?
Você: (Ele pareceu gostar de conversar a alguns minutos atrás.)
Ray: Lily, faça alguma coisa sobre aquele cara.
Você: Fazer alguma coisa?... Certo, eu ordeno que você pare me atormentar.
Ray: Isso eu não posso obedecer.
Você: As ações de Ray traíram suas palavras – ele andava a uma distância respeitável agora.
Você: (Embora isso não seja inteiramente culpa de Ray, eu não posso ter membros do grupo brigando.)
Você: Eu soltei um suspiro e me aproximei de Estel.
Você: Estel, obrigada por entrar lá atrás.
Estel: Eu não fiz nada em particular.
Você: Mas eu apreciei.
Estel: ... Essas palavras louváveis não combinam com a moleca Pequena Lily.
Você: P-por favor, pare de me chamar de pequena! Eu não sou mais uma criança ou uma moleca!
Estel: Hmhm, entendo.
Você: (A risada dele é diferente da infância.)
Você: Havia um Estel em meu passado e um Estel em meu presente. A névoa entre os dois tipos fez o verdadeiro Estel difícil de identificar.
Estel: ... Você parece ter alguma coisa em sua mente.
Você: Um... Bem, sim, eu tenho, Estel. É sobre essa missão. Eu realmente quero que você faça um esforço para ser amigável com Ray e Ethan.
Estel: ...
Você: Porque a missão pode levar um tempo, e eu não posso aguentar brigas entre as fileiras.
Estel: ... Eles não me interessam.
Você: Estel!?
Estel: Eles não são de nenhum interesse pra mim. Tudo o que me importa é você.
Você: Sim, mas...
Estel: Você deve se lembrar, normalmente eu não falo com humanos.
Você: Mas eu não sou humana?
Estel: Você é uma exceção.
Você: (Isso é lisonjeiro... Mas nós não podemos continuar assim.)
Você: Estel, por favor, apenas por um tempo...
Estel: Eu absolutamente recuso.
Você: Estel...
Estel: Eu não posso confiar em humanos. Eu estou nessa missão por seu bem, não por Ray ou Ethan.
Você: Estel não disse mais nada quando ele começou a andar a frente de mim.
Você: (Como ele pode detestar humanos tão profundamente?... Eu estou muito preocupada com essa missão agora.)

Carta do Capítulo 1
DE: Estel
PARA: Lily
ASSUNTO: Você finalmente lembrou.
Eu não achei que você seria tão esquecida. Embora seu rosto corado quando você lembrou que moleca você costumava ser me divertiu.

Esse é o fim do capítulo 1. Até a próxima! :)

Comentários

  1. Eba, eu demorei ver mas achei.
    Que bom que se Fez o Estel <3

    ResponderExcluir

Postar um comentário

♥Por favor, seja educado(a) e gentil ao comentar.
♥Diga sua opinião com sinceridade.
♥Não tenha medo de perguntar sobre alguma tradução.
♥Eu leio todos os comentários!

Mais Lidas ♥