[SWD] Magic Sword: Ethan (capítulo 7)

Oi oi, pessoal! Crys-chan voltou com mais Magic Sword. Espero que gostem! :)

Ethan: Lily.
Você: Os lábios de Ethan quase me tocaram.
Você: (Os ladrões devem estar vindo, então nós realmente não deveríamos estar fazendo isso... Mas eu não consigo parar. No contrário, meu coração está pulando para fora de meu peito!)
Você: Eu comecei a fechar meus olhos. Naquele momento...
Farfalhar!
Você: E houve um súbito barulho alto, e ao mesmo tempo uma luz voou de um amontoado de arbustos.
Ethan: O qu... o que foi aquilo!?
Você: Aquela luz... Poderia ter sido... uma fada?
Você: Eu me lembrei de algo que Estel tinha me mostrado quando eu era uma criança.
Ethan: Pelo menos não parece ser um inimigo. Mas, o que diabos...?
Você: Oh, está vindo nessa direção.
Você: No centro do raio de luz, havia uma garota usando um vestido feito de folhas. Em suas costas, havia um par de asas transparentes. A fada voou em nossa direção e sorriu docemente.
Fada: Você é a Princesa Lily?
Você: Sim, eu sou.
Fada: Eu estou tão feliz por ter encontrado você! Eu tenho uma mensagem de Estel.
Ethan: De Estel? Eu não sabia que elfos podiam fazer isso.
Você: Eu acho que é porque eles são os mais próximos da natureza. Então, o que Estel disse?
Fada: Ele disse que eles estão esperando no lado leste da floresta.
Você: Entendo, obrigada.
Ethan: Os dois estão seguros?
Fada: Sim, eles estão seguros. Bem, eu vou embora.
Você: Obrigada novamente!
Você: A fada se curvou uma vez, e voou para longe.
Ethan: Bem, quando a chuva parar, nós iremos para o leste.
Você: A chuva já parece ter parado.
Ethan: Talvez a fada trouxe o sol com ela.
Você: Haha, talvez você esteja certo.
Ethan: Ainda está chuviscando um pouco, mas nós devemos ficar bem.
Você: Eu saí da árvore primeiro, e Ethan me seguiu imediatamente depois.
Ethan: É uma coisa boa que a chuva parou tão cedo. Bem, devemos ir?
Você: Ah, espere um minuto...
Você: Eu tinha tentado correr atrás de Ethan, mas eu escorreguei na lama.
Você: Oh...!
Você: (Eu estou caindo!)
Você: Eu não tinha nenhuma força no meu corpo. Eu me preparei, e fechei meus olhos.
Pega!
Você: Eu achei que eu estava caindo, mas eu senti algo gentilmente tocar meu corpo.
Você: Qu...?
Você: Quando eu lentamente abri meus olhos, eu vi que Ethan tinha parado minha queda com um braço esticado.
Ethan: Lily, você está bem?
Você: S... sim, eu estou bem. Obrigada.
Ethan: Eu estou feliz que você não se machucou.
Você: Suspirando em alívio, Ethan sorriu gentilmente. O mesmo Ethan de sempre, as mesmas palavras de sempre. Então por que meu coração estava batendo forte, e por que eu estava corando?
Você: (Quase... quase parece como se eu tivesse sentimentos por Ethan.)
Ethan: Lily, seu rosto está vermelho. Você tem certeza que está bem?
Você: Eu... Eu estou bem! Não se preocupe comigo!
Você: Nervosa, eu me afastei de Ethan, e dessa vez eu tive certeza que meu chão estava seguro antes de começar a andar.
Ethan: O chão aqui parece bem traiçoeiro.
Você: Você acha? Parece bom para mim.
Ethan: Não, eu acho que é muito perigoso. Lily, eu acho que você deveria pegar minha mão.
-Eu estou bem sozinha.
-Tão constrangedor. {+Ethan}
Você: Está ok, eu estou bem.
Você: (Eu nunca senti algo assim antes...)
Você: É apenas humilhante.
Ethan: Uhn...!
Você: (Por que Ethan está corando, também?)
Ethan: Ma... mas eu não posso permitir que você atravesse terreno perigoso sozinha!
Você: Antes que eu pudesse responder, Ethan tinha pegado minha mão.
Você: (Qu... quê?)
Você: O mero toque de Ethan fez meu coração bater mais rápido.
Você: (Isso não aconteceu antes. Por que meu coração está acelerado assim?)
Você: O mero toque de um dedo mandou calor radiando por meu corpo, e eu me senti agitada.
Ethan: Ok, isso deve estar bem.
Você: Ob... obrigada...
Ethan: Nã... não foi nada.
Você: Ok...
Ethan: Devemos ir?
Você: Ele não está mais apenas me carregando. Ele está gentilmente combinando seu ritmo com o meu.
Você: (Quantas vezes ele me conduziu pela mão? Seu toque era o mesmo então como é agora, mas...)
Você: Mas dessa vez, eu me senti insuportavelmente envergonhada. Depois de seguramente nos encontrarmos com Ray e Estel, nós chegamos a uma pequena vila.
Você: Onde nós estamos?
Ray: Essa é a vila dos anões.
Você: Eu achei que as casas pareciam bem pequenas. Então é por isso.
Ray: Elas são um tamanho perfeito pra você, Lily.
Você: Eu sou mais alta que um anão!
Ray: Eu não estava falando da sua altura.
Você: Ray abaixou seu olhar.
Você: Ei! O que você está olhando!?
Ray: Nada de mais...
Você: Ofendendo-se da provocação de Ray, Estel veio e parou na minha frente.
Estel: Não desonre Lily.
Ray: Eu não fiz nada... ainda.
Estel: Você planeja, no entanto, não é?
Ray: E daí? Não é grande coisa.
Estel: Não é bom. Uma vez que algo está perdido, você não pode recuperá-lo.
Você: Estel virou e olhou para mim.
Estel: Lily, você deveria ficar longe de Ray.
Você: O quê? Você realmente acha isso?
Estel: Ele é uma besta. Ele vai devorar você.
Você: Se isso é verdade ou não, eu agradeço por sua preocupação.
Estel: Eu sou o único permitido a devorar você.
Ray: Ei, espere! Quem é aquele que está sendo impróprio nesse cenário?
Estel: Está tudo bem se eu fizer isso.
Você: (Oh, não, eles estão brigando de novo.)
Você: Eu sorri um sorriso tenso, e além de mim, Ethan tinha uma expressão estranha em seu rosto.
Você: Qual é o problema, Ethan?
Ethan: Todos os aldeões parecem assustados por alguma razão.
Você: Agora que você menciona isso...
Ethan: Isso me preocupa. Assim que chegarmos à estalagem, eu vou perguntar por aí.
Você: Nós procuramos por um lugar para ficar, e uma vez lá, nós chamamos o estalajadeiro.
Ethan: Senhor, os aldeões aqui parecem incomodados com alguma coisa.
Estalajadeiro: Ah... isso é... eu quero dizer...
Você: A expressão incomodada em seu rosto mostrou que o tópico era difícil.
Ethan: Foi errado de nós virmos aqui?
Estalajadeiro: Não, não é isso.
Você: Você poderia possivelmente confiar em nós?
Você: O estalajadeiro hesitou, mas eventualmente ele começou a falar.
Estalajadeiro: Parece que dragões têm aparecido recentemente nessas partes.
Você: O quê!?
Estalajadeiro: Eles têm um lar no vale a leste, e já mataram muitos aldeões.
Ethan: Então é isso...
Estalajadeiro: Todo mundo está com medo, porque eles não sabem quem será morto em seguida. Mas mesmo se nós tentarmos matar os dragões, não há nenhuma maneira no céu ou na terra que anões têm esse tipo de força.
Você: Ethan bateu o deprimido estalajadeiro nas costas.
Ethan: Eu vou tomar conta dos dragões pra você.
Estalajadeiro: O quê!? Ma... mas...
Ethan: Nós devemos atravessar o vale a leste. Então nós vamos ter que lidar com eles em qualquer caso.
Você: Sim. Se os dragões estão em nosso caminho, então eles terão que ir.
Você: Eu concordei com as palavras de Ethan, e examinei Ray e Estel.
Ray: Sem chance. Isso é o que eu quero dizer, mas eu sei que você vai me arrastar por bem ou por mal de qualquer jeito.
Você: Então você está vindo conosco, então.
Ray: Ehn, parece que isso pode ser interessante. Eu vou ajudar.
Estel: Se é o que você deseja, eu alegremente emprestarei uma mão.
Você: Obrigada, Ray! Estel!
Ray: Que tal, Estel? Uma pequena aposta lateral em qual de nós consegue matar a maioria dos dragões?
Estel: Ótima ideia. Dessa vez, eu vou colocar um fim em nossa disputa.
Você: (Outro estranho confronto... Mas se todos os quatro de nós lutarmos, nós podemos com certeza derrotar esses dragões.)
Você: O pensamento da luta próxima me encheu de excitação. Depois de meu banho, eu estava bebendo vinho enquanto escovava meu cabelo.
Você: Ah, está delicioso... Vinho sempre tem gosto melhor quando outro alguém está pagando por ele...
Ethan: S... sim... Está muito bom...
Você: ...
Ethan: Eu sinto muito! Nós não quisemos dizer nenhum mal por isso!
Você: Se eu pensei que você estava sendo malicioso, eu já teria saído por mim mesma.
Ray: Caramba, não é nada pra ficar tão brava.
Você: Qualquer um ficaria bravo! Eu não posso acreditar que todos os três de vocês me espionaram no banho.
Você: Quando o sol começou a se pôr, eu entrei um banho quente fumegante.
Você: Ahh, essa água quente é ótima.
Você: Depois de lavar a sujeira da viagem, eu estava me encharcando numa banheira de água quente.
Você: (Você realmente aprende a apreciar um banho quente quando você não pode ter um todo dia... Quando eu chegar em casa, talvez eu construirei uma casa de banho pública.)
Você: Enquanto eu relaxava no banho, eu repentinamente ouvi uma voz como se fosse do nada.
Você: Essa voz...
Ray: Você tem certeza que a casa de banho é por aqui?
Estel: Eu tenho certeza. Um passarinho me contou.
Ray: Certo, vá na frente!
Estel: Ray, não faça tanto barulho.
Ray: Ei, Ethan, você não quer olhar?
Ethan: Eu... Eu não poderia possivelmente fazer algo assim. Não... Não é certo espiar! Nós devemos parar isso agora mesmo!
Ray: Nós somos homens machos! Claro que estamos interessados!
Ethan: Ma... mas... Esgueirar uma olhada em Lily nua... É...
Estel: Então você não quer olhar?
Ethan: Be... bem, é claro que eu quero ver... Não! Não, isso não é certo! Mas... Essa é uma chance tão inesperada...
Ray: Vamos, não tem problema. Veja, há vapor! Esse é o lugar.
Estel: Há uma lacuna entre as tábuas. Nós podemos olhar através daqui.
Ray: Ei, eu primeiro...
Você: (... Eu posso ouvir tudo o que vocês estão dizendo!)
Você: Furiosa, eu saí do banho e enrolei uma toalha ao meu redor. Então eu enchi um balde cheio de água muito quente...
Você: Seus idiotas monumentais!
Você: Assim que eu gritei com eles, eu joguei o balde de água na direção da cerca. Daquela direção, eu ouvi um coro de gritos bem afeminados.
Você: (Apenas pensar nisso me surpreende.)
Você: Ethan curvou sua cabeça em tom de desculpas. Mas Ray estava totalmente impertinente.
Você: Estel, eu teria pensado que você seria o primeiro a pôr um fim nesse tipo de comportamento.
Estel: Eu tentei. Mas... Eu queria ver, também.
Você: Quando Estel disse isso com um rosto sério, eu engoli meu vinho errado e comecei a tossir violentamente.
Você: In... tosse, tosse... Informação demais!
Estel: O que nós fizemos foi errado?
Você: É claro que foi errado.
Estel: Ok, então, da próxima vez apenas você e eu...
Você: Sem chance!
Ray: Droga. E aqui eu achei que se nós dois estivéssemos sozinhos, eu iria despir você eu mesmo...
Você: Qu...! Ray!?
Ray: O quê, você quer que eu a dispa agora mesmo?
Você: Não!
Estel: Eu não me importaria de ver isso.
Ray: Geralmente eu não estou interessado em garotas de peito liso, mas... Eu acho que eu gostaria de ver você...
Você: (Não! Vocês dois estão bêbados!)
Você: Quando os dois se moveram em minha direção, Ethan repentinamente bloqueou o caminho deles.
Ethan: Vocês dois poderiam cortar essa? Vão beber um pouco de água e ficarem sóbrios.
Ray: Quem vai a um bar pra beber água?
Estel: Mas, Ray, não tem mais vinho.
Ray: Tem um monte de barris empilhados lá. Vem, Estel, vamos pra aquela mesa e ver qual de nós consegue beber mais.
Estel: Vá na frente!
Você: Negligentes ao aviso de Ethan, os dois se retiraram em bom humor para outra mesa. Quando notícias da competição de bebedeira deles se espalharam pelo bar, outros clientes se reuniram para observar. Ethan e eu fomos deixados sozinhos em nossa mesa nos fundos.
Ethan: Esses dois são loucos.
Você: Ethan respirou fundo e desceu sua cerveja em um gole.
Você: Ethan, você esteve bebendo muito pesadamente, também.
Ethan: Eu estive? Eu realmente não acho isso.
Você: Mas essa é sua quinta bebida.
Ethan: Hahaha! Não se preocupe com isso.
Você: (Ethan está bêbado também?)
Você: Apenas um momento atrás eu estava zangada com seu comportamento estranho e chocante, mas agora eu repentinamente me encontro rindo. Quando eu o fiz, Ethan repentinamente tomou ambas minhas mãos nas dele.
Ethan: Suas mãos são tão macias.
Você: (Ethan!? Mesmo agora, quando ele me toca, eu posso sentir meu coração acelerando.)
Ethan: E elas são tão pequenas. Hehe, elas são muito fofas.
Você: Primeiro ele repentinamente fica sério, e agora ele está repentinamente rindo.
Você: Ethan, quando você me toca assim, é um pouquinho envergonhante...
Ethan: Eu não estou nem um pouco envergonhado. Veja, eu posso até fazer isso.
Você: Ethan tocou meus dedos aos seus lábios, um por um.
Você: Ethan!
Ethan: Não é nada pra se envergonhar. Esse é o beijo que um cavaleiro dá quando jurando fidelidade à sua dama.
Você: Ethan estava sentado ao meu lado, mas ele repentinamente virou e fechou a distância entre nós.
Você: (E... espere! Você está perto demais...!)
Você: Os olhos febris de Ethan encararam os meus, tão perto que eu podia sentir sua respiração em minha pele.
Ethan: Princesa Lily, eu prometo minha espada para proteger você, e eu prometo meu corpo para proteger sua honra.
Você: Ethan de repente ficou em silêncio.
Você: E... Ethan?
Você: A expressão destemida no rosto de Ethan repentinamente mudou quando ele perdeu toda a cor bem diante de meus olhos.
Você: E... Ethan? Você está bem?
Ethan: ... Eu me sinto doente...
Você: Ethan murmurou essas palavras enquanto ele pressionou sua mão sobre sua boca e afundou em seu assento.
Você: (Ele está completamente bêbado. É melhor eu levá-lo para cama.)
-Coloque-o na cama
-Pegue um pouco de água para ele {+Ethan}
Você: (É melhor eu pegar um pouco de água para ele.)
Você: Eu pedi ao barman por um copo de água.
Você: Ethan, beba isso. Vai fazer você se sentir um pouco melhor.
Ethan: Uhn... Ah, obrigado, Lily.
Você: Eu inclinei o copo para que Ethan pudesse beber lentamente.
Você: Como está? Você se sente melhor?
Ethan: Ob... obrigado. Eu sinto muito. Eu me senti tão mal em fazer algo que te machucou... Eu apenas bebi demais.
Você: (Como sempre, Ethan é tão sério.)
Você: Está tudo bem. Assim que você se sentir melhor, nós voltaremos para a estalagem.
Ethan: Sim...
Você: Ethan começou a assentir, mas então sua cabeça apenas pendeu para frente.
Você: Ethan, você está sonolento?
Ethan: Uhn... Eu acho que sim.
Você: Bem, vamos apenas voltar para a estalagem agora.
Você: Bem quando eu comecei a me levantar, a cabeça de Ethan veio descansar em meu ombro.
Você: Qu...!?
Você: Eu estava surpresa a esse repentino toque, e comecei a tremer.
Ethan: Desculpe...
Você: Mesmo quando ele se desculpou, os olhos de Ethan caíram fechados, e ele começou a respirar a regular respiração do sono.
Você: (Ethan... Eu acho que o sono venceu dessa vez...)
Ethan: Uhn... Você cheira bem...
Você: Huh! Qu...!?
Ethan: ... Eu me sinto em paz quando estou com você...
Você: (Eu não posso dizer a ele para se mover quando ele está falando coisas assim!)
Você: Enquanto eu sentei ali, incapaz de me mover, a respiração de Ethan caiu suavemente em meu pescoço.
Você: (Oh... Eu realmente preciso me afastar.)
Você: Mas eu não podia encontrar a força para me mover.
Você: (O que eu deveria fazer...?)
Você: Eu me senti como se minha alma estivesse pegando fogo, e então Ethan chamou meu nome novamente.
Ethan: Lily...
Você: Qu... quê?
Ethan: Eu realmente... sinto muito...
Você: Não se preocupe com isso.
Ethan: Eu... Quando eu estou perto de você, é tão doloroso.
Você: Quê?
Ethan: Eu quero te tocar tanto. Mas eu tenho medo do que aconteceria se eu fizesse...
Você: (Ele está falando em seu sono?)
Você: Incerta, eu estava incapaz de dizer alguma coisa.
Ethan: Quando eu vejo seu rosto sorridente, meu coração fica em pedaços. Eu sinto amor e quente e confortável por toda parte... Eu nunca me senti assim antes.
Você: As palavras de Ethan perfuraram meu coração. Minhas bochechas ficaram quentes, e meu coração começou a bater mais rápido.
Você: Oh. Isso... isso é tudo verdade?
Ethan: Sim, é. Lily, eu...
Você: Repentinamente levantando sua cabeça, Ethan me olhou nos olhos. Seu rosto estava vermelho de beber. Seus olhos estavam ligeiramente embaçados com lágrimas.
Ethan: Lily...
Você: Oh... E... Ethan?
Ethan: Eu posso tocar você?
Você: Olhando a sua séria expressão, eu estava incapaz de falar.
Você: (Meu coração está batendo tão forte, eu tenho certeza que ele consegue ouvi-lo. Agora eu entendo. Eu... Eu estou apaixonada por Ethan.)
Você: Como se tomando consciência dos meus sentimentos, Ethan levantou meu queixo, com uma séria expressão em seu rosto.
Ethan: Lily...
Você: O rosto de Ethan lentamente se aproximou do meu.
Você: Oh...
Você: A respiração de Ethan acariciou meus lábios e bochecha. Meu coração estava batendo tão forte que era quase doloroso.
Ethan: Uhn...
Você: Em meio à agitação do bar, era como se apenas Ethan e eu existíamos em nosso próprio pequeno mundo. Luzes brilharam na frente de meus olhos. Apanhada nessa ilusão, eu lentamente fechei meus olhos.
Você: Uhn...
Você: Como se puxados um para o outro, nossos lábios se encontraram.
Carta do Capítulo 7
DE: Ethan
PARA: Lily
ASSUNTO: Desculpe!
Eu realmente sinto muito sobre aquele incidente no banho. Mas... mas...! Eu não olhei! Entretanto, eu falhei em parar Ray e Estel, e isso foi errado. Vamos para o bar mais tarde. Por minha conta!
Esse é o fim do capítulo 7. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Lidas ♥