[SWD] Magic Sword: Ethan (capítulo 8)

Oi oi, pessoal! Crys-chan voltou com mais Magic Sword. Espero que gostem! :)

Você: Durante nossa jornada, nós paramos por um momento na vila dos anões. Lá nós ouvimos que um dragão estava aterrorizando os aldeões. Nós esperamos pela manhã, e então deixamos a vila em busca dos dragões. Ethan, Ray, Estel, e eu todos fomos. Se juntarmos nossas forças, nós podemos certamente derrotar os dragões.
Você: (Claro, isso pressupõe que nem todos têm ressacas.)
Estel: Minha cabeça dói...
Você: Isso é porque você bebeu demais na noite passada.
Estel: Bem, você é quem continuou a me dar bebidas.
Ray: Ei, não culpe isso em mim. Você bebeu por sua própria vontade.
Você: Isso não importa de qualquer maneira, não é?
Ray: Lily, você tem estado fria desde que nós levantamos essa manhã.
Estel: Você ainda está furiosa sobre aquela coisa na noite passada?
Ray: Está tudo bem, não há nada que você tenha que você tem que se preocupar com alguém vendo.
Você: Eu tenho também! Que rude! Eu não vou deixar você me incite. Eu não estou mais furiosa sobre ontem.
Você: Limpando minha garganta, eu virei meu olhar na direção de Ethan.
Ethan: Ahhh, o tempo está ótimo hoje. Esse tempo me dá vontade de praticar. Hahaha!
Você: Ethan estava o mesmo de sempre, liderando o caminho com um sorriso alegre em seu rosto.
Você: (Ethan não disse nada sobre o que aconteceu no bar na noite passada, mas...)
Você: Eu ainda posso sentir o toque de seus lábios nos meus.
Você: (P... pare! Não pense nisso agora!)
Você: Calor repentinamente subiu ao meu rosto. Nervosa, eu balancei minha cabeça e fechei a distância para Ethan.
Você: Você parece estar se sentindo bem hoje. Você não tem uma ressaca?
Ethan: Não, eu estou bem!
Você: Sério...
Ethan: Eu realmente não bebi tanto, de qualquer jeito.
Você: O que você está dizendo? Você bebeu muito!
Ethan: Lily, eu não tenho certeza do que você está falando.
Você: E havia um sorriso em sua voz.
Você: (Pode ser que ele não tem nenhuma memória de beber tanto? Então, isso significa que ele não se lembra daquele beijo também...)
Você: Com uma sensação de afundamento, eu perguntei a ele hesitantemente...
Você: Ei, na noite passada... Você se lembra do que conversamos?
Ethan: Do que conversamos? Não... Eu me lembro de uma discussão sobre o que aconteceu no banho.
Você: Eu não quero mais falar disso! De qualquer maneira, não isso. Era sobre...
Você: Lembrando a noite passada, eu me senti envergonhada, e eu estava incapaz de dizer qualquer coisa.
Ethan: O que é? Eu não posso saber a menos que você me conte.
Você: Não... Não me faça falar. É constrangedor demais.
Ethan: Eu apenas não sei do que você está falando.
Você: Sobre... você sabe, na noite passada... no bar. Você lembra, certo?
Ethan: No bar? Uhn... Eu me lembro de ter te comprado uma bebida. E eu me lembro de Ray e Estel começando seu jogo de bebedeira...
Você: Dep... depois disso...
Ethan: Depois disso? Alguma coisa aconteceu?
Você: (Tch! Então ele apenas me beijou na noite passada porque ele estava bêbado!? Não porque ele realmente queria!?)
Você: Assim que eu entendi isso, fúria brotou em mim.
Você: ...
Ethan: Lily, por que sua sobrancelha está tão franzida agora? Eu te disse antes, você parece muito melhor...
Você: Oh, fique quieto!
Ethan: Lily? Por que você está brava?
Você: Eu não estou brava!
Ethan: Eu acho que você está.
Você: Ethan e eu estávamos andando lado a lado na frente dos outros. Ele tinha uma expressão de confusão em seu rosto.
Ray: Ei, vocês dois! Parem com sua briga de amantes!
Você, Ethan: Nós não somos amantes!
Ray: Ouch, eu acho que atingi um nervo.
Você: Pare de zombar de mim!
Ray: Ok, ok. Vamos beijar e fazer as pazes.
Você: Tendo dito o que ele queria dizer, Ray saiu à nossa frente.
Você: (Eu não me importo tanto que ele ficou bêbado, mas eu queria que ele tivesse lembrado nosso beijo. Foi meu primeiro beijo...)
Você: Meus ombros caíram, e eu me senti deprimida.
Ethan: Lily, se você apenas ficar furiosa comigo, eu não entendo o problema. Fale comigo.
Você: Eu te disse, eu não estou brava com nada.
Ethan: Bem então, sorria pra mim.
Você: ... Eu não consigo fazer isso.
Ethan: Lily!
Você: Por favor, me deixe sozinha por um tempo.
Você: Eu me afastei de Ethan, e andei à frente.
Ethan: ... Eu disse algo pra te deixar brava? Se eu fiz, eu me desculpo. Eu sinto muito mesmo.
-Por que você está se desculpando?
-Apenas me deixe em paz!
Aqui você pode decidir como responder. A resposta “Por que você está se desculpando?” dá pontos de romance com o Ethan.
Você: Se você nem mesmo se lembra do que fez, por que você está se desculpando?
Ethan: Ahhh... Você está certa. Eu sinto muito.
Você: Oh! Se você não consegue se lembrar do motivo, eu não quero suas desculpas!
Ethan: En... Entendo. Eu sinto... Oops.
Você: Apenas esqueça isso.
Você: Quando eu me afastei em mau humor, pareceu como se ele estivesse prestes a dizer alguma coisa, mas no fim, ele ficou calado. Eu coloquei um pouco de distância entre Ethan e eu, e continuei a andar.
Você: (Eu entendo que Ethan não está sendo cruel. Mas ainda... Eu estou desolada que ele esqueceu nosso beijo...)
Você: Então esse é o vale onde os dragões vivem...
Você: Um vento seco soprou nuvens de areia para todo lugar, e assobiou pelo vale. Havia uma atmosfera estranha que parecia rejeitar todos os visitantes.
Estel: Lily, nós temos que encontrar o líder dos dragões.
Você: O líder?
Estel: Se nós conseguirmos derrotar o líder, os outros dragões vão nos obedecer.
Você: Se nós conseguirmos fazer isso, podemos evitar uma luta inútil.
Ethan: Se esse é o caso, eu irei. Ray, Estel, vocês mantenham o resto dos dragões afastados.
Você: E quanto a mim?
Ethan: Você vem comigo. Se a coisa piorar, eu posso precisar da sua ajuda.
Você: Ethan olhou para mim com seu olhar direto.
Você: (Seus olhos dizem que ele confia em mim. Eu tenho que esquecer o que aconteceu na noite passada. Isso é um campo de batalha.)
Você: Apertando a rapieira que ele tinha devolvido para mim, eu assenti com confiança.
Ethan: Lily, eu estou contando com você.
Você: Deixe comigo!
Ethan: Ok! Vamos tomar conta desses dragões!
Você: Sem demora, nós fomos para o vale.
Estel: Dragões...
Você: O quê?
Ray: Vocês elfos não podem estabelecer algum tipo de vínculo emocional com dragões?
Estel: Não... Geralmente, dragões não atacam pessoas a menos que alguém ameace seus ninhos.
Ray: Mas todos os anões juraram que eles foram atacados por dragões.
Estel: Sim, e isso é o que me faz pensar...
Você: (Em outras palavras, pode haver outras coisas a serem tomadas em consideração aqui. Se isso é verdade...)
Roooarrrr!
Você: Repentinamente, os rugidos dos dragões ecoaram ao nosso redor. O barulho estrondoso pareceu sacudir o chão. Pareceu como se todos eles estivessem tentando nos intimidar em sua raiva à nossa intrusão.
Ray: Eles estão vindo...!
Estel: Lily, nós vamos abrir um caminho.
Ray: Vocês dois vão em frente!
Você: Eu entendo! Vocês dois, tenham cuidado!
Você: Sem olhar para trás, Ethan e eu começamos a correr.
Ray: Aqui vamos nós!
Você: Ray atirou bolas de fogo para bloquear os movimentos dos dragões.
Estel: Eu acho que nós vamos ser parceiros por um tempo.
Você: Uma chuva de flechas do arco de Estel obscureceu o campo de visão dos dragões.
Você: (Eu tenho certeza que esses dois ficarão bem!)
Você: Confiando na força deles, Ethan e eu nos apressamos na direção de nosso objetivo, para realizar o que nós devemos fazer.
Você: Arfa, arfa... Nós escalamos bem alto, não é?
Ethan: Lily, fique atrás de mim. Eu sinto algo enorme se aproximando de nós.
Você: Tão perto?
Ethan: Oh...!
Você: Ethan engoliu em seco e preparou sua espada. Um enorme dragão, dezenas de metros de altura, estava bloqueando nosso caminho.
Você: (É tão grande...!)
Você: Inconscientemente, eu tomei um passo para trás. Ethan gentilmente apertou minha mão.
Ethan: Vai ficar tudo bem.
Você: Ethan...
Ethan: Está tudo bem, eu estou com você.
Você: As palavras de Ethan me encheram com uma sensação de segurança. Não importa a situação, Ethan era corajoso e calmo. As costas que me abrigavam eram amplas e fortes...
Você: (Ele me enche com confiança... Se eu estou com Ethan, eu sinto que posso fazer qualquer coisa!)
Ethan: Mantenha sua voz baixa para não provocar o dragão.
Você: Eu assenti, e Ethan se aproximou do dragão. O dragão não mexeu uma polegada, mas eu podia sentir ódio e raiva irradiando de seu corpo inteiro.
Ethan: Está tudo bem. Nós não viemos aqui para atacar você.
Você: A voz de Ethan era calma, mas o dragão o ignorou completamente.
Ethan: Há um bom dragão. Você não vai ouvir o que eu tenho a dizer?
Você: O dragão soltou um poderoso rugido, e virando em nossa direção, desembainhou garras gigantes.
Ethan: Woah!
Você: O dragão desenrolou seu corpo inteiro e avançou em nossa direção.
Ethan: Droga!
Você: Ethan puxou sua espada, e bloqueou as garras do dragão. Mas o Dragão não estremeceu, e nos ameaçou com suas presas.
Você: Por favor, ouça-nos!
Você: Eu também tentei falar com o dragão. Mas em um ataque de raiva, o dragão nos atacou imprudentemente.
Ethan: Nós nunca vamos ser capazes de realizar nosso objetivo desse jeito.
Você: Ethan continuou a bloquear as garras do dragão com sua espada, enquanto sangue descia por sua testa.
Ethan: Ughn... Eu estou mal o mantendo sob controle.
Você: O que nós devemos fazer? Espere, o que é aquela luz?
Você: Quando eu olhei mais perto o peito do dragão, eu podia ver que uma pedra preciosa azul estava presa a ele. Eu tinha pensado que o dragão estava chicoteando indiscriminadamente, mas quando eu prestei atenção, eu vi que ele estava arranhando seu próprio peito.
Você: (O dragão está tentando remover a pedra preciosa de seu peito?)
Você: Ethan!
Você: Eu rapidamente disse a Ethan o que eu tinha observado.
Ethan: Entendo... Em outras palavras, se eu puder remover aquela pedra preciosa...
Você: Mas como você vai fazer isso? Vai ser difícil chegar perto o suficiente enquanto ele está se debatendo assim.
Ethan: Se um ataque frontal é impossível, eu só vou ter que passar por alguma outra maneira.
Você: Ethan sorriu com confiança, e enfrentou o dragão.
Ethan: Eu vou tentar te ajudar!
Você: Ethan avançou na direção do pé dianteiro do dragão. Mas ao invés de atacá-lo, ele pulou em cima dele.
Ethan: Oof!
Você: A espada de Ethan roçou o lado do dragão, e esfaqueou no chão.
Estrondo...
Você: Parte do penhasco no qual o dragão estava de pé desmoronou debaixo dele com um grande rugido.
Ethan: Agora!
Você: O dragão foi pego desprevenido. Agarrando sua chance, Ethan correu perto do dragão.
Ethan: Hah!
Você: A espada de Ethan perfurou a pedra preciosa.
Você: Você conseguiu! Você destruiu a pedra preciosa!
Você: O Dragão se debateu, aparentemente em agonia, tentando completamente desalojar a pedra preciosa.
Você: Acalme-se, está tudo bem agora...
Você: Quando eu falei com ele, as asas do dragão se abriram largamente.
Você: Kyaaa!
Você: Eu imediatamente tentei sair do caminho, mas dessa vez, eu fui aquela desequilibrada pelo vento das asas do dragão.
Ethan: Lily!?
Você: Etha... Aiieee!
Você: Eu estiquei meus braços, mas eu já estava caindo, junto com as rochas.
Você: (Esse é o fim?)
Você: Tudo aconteceu tão de repente que minha mente estava em branco.
Você: (Agora eu nunca serei capaz de recuperar Excalibur. E então... Se eu soubesse que eu morreria aqui, eu nunca teria brigado com Ethan. Eu queria ter dito a ele que eu o amo.)
Você: Ethan...!
Você: Com lágrimas descendo por meu rosto, eu chamei seu nome. E quando eu o fiz...
Ethan: Lily!!!
Você: Ethan gritou meu nome, e pulou para abraçar meu corpo em queda.
Você: P... por quê?
Ethan: Você já esqueceu? Eu disse que eu iria proteger você.
Você: M... mas se você cair também, eu...
Ethan: Lily...
Você: Você pode não se lembrar disso, mas quando você me beijou, eu...
Você: Assim que eu comecei a falar, o dragão apareceu diante de nossos olhos.
Ethan: Ah! Lily! Nós vamos conversar depois! Nós temos que nos afastar do dragão e aterrissar com segurança. Se não...
Você: O dragão arrebatou na direção de Ethan, interrompendo-o no meio da fala... E então...
Você: Kyaaaaa!
Você: Nossos corpos foram repentinamente levantados para cima.
Você: (Nós estamos no chão sólido...?)
Você: Surpresos, nós olhamos para baixo.
Ethan: Dragão...!?
Você: Nós estávamos em cima do ombro do dragão que Ethan tinha acabado de ajudar.
Você: Você nos salvou?
Você: Assim que eu fiz essa pergunta, eu gentilmente afaguei o dragão ao redor de seu pescoço. O dragão soou uma corneta suavemente, como se em prazer.
Dragão: Kyururu.
Você: Obrigada.
Ethan: Mas por que ele repentinamente ficou tão dócil? Apenas há alguns minutos, ele estava tentando nos matar.
Você: Eu não sei, mas vamos voltar para onde Ray e Estel estão.
Você: Nós encontramos Ray e Estel, e explicamos o que tinha acontecido. Depois que fizemos, Estel deu um tapinha suavemente no pescoço do dragão.
Estel: Parece que isso foi obra de Merlin.
Você: Quê!? O que você quer dizer?
Estel: Ela controlou o dragão usando magia, e o forçou a agir violentamente. O controle de Merlin não estava completo, no entanto, e o dragão estava se debatendo desesperadamente para resistir.
Você: Então foi assim que foi...
Ray: A única estrada reta para Logres atravessa essa montanha. Sem dúvida que Merlin estava tentando nos parar.
Você: E por isso ela machucou e matou anões inocentes!?
Ray: Não olhe pra mim.
Você: Ray franziu o cenho e se virou em aparente mau humor.
Estel: Ele também acha que isso foi indesculpável. E também... Ele também é grato de sua maneira que você e Ethan quebraram o feitiço e salvou todos nós.
Você: O quê? Nós não fizemos na...
Ethan: Você está falando daquela pedra preciosa no peito do dragão?
Estel: Sim, isso parece estar certo.
Ethan: Entendo. Então é por isso que o dragão estava tentando tanto tirar aquela pedra preciosa.
Você: Enquanto nós estávamos tentando agarrar a situação inteira, Estel ouviu o dragão novamente. O enorme dragão pareceu ter gostado muito de Estel. O dragão descansou sua testa na palma de Estel enquanto murmurava alegremente para ele.
Estel: Ele quer agradecer vocês.
Você: Agradecer-nos?
Você: Como se dizendo segredos, Estel colocou sua orelha perto da boca do dragão.
Estel: ..., sim, isso ajudaria muito.
Ethan: O que ele está dizendo?
Estel: Ele diz que vai nos levar até Logres.
Ray: Ei, isso faria as coisas muito mais fáceis.
Estel: Se você o manejar grosseiramente, ele vai derrubar você.
Ray: Por que você apenas assume que eu iria manejá-lo grosseiramente?
Estel: Porque você é capaz de fazer qualquer coisa.
Você: Mesmo Ray não iria tão longe.
Ray: Eu vou pegar você de volta por isso, Lily.
Você: O quê? Por que só eu!?
Estel: Não é legal provocar alguém. Não quando você pode obter muito mais com mel.
Você: Espere, o que você quer dizer com isso!?
Você: Ray e Estel pareceram se divertir observando meu desconforto.
Você: (Esses dois são como ervilhas em uma vagem.)
Você: Suspirando, eu afaguei o dragão enquanto tentava recuperar minha compostura.
Você: Bem, vamos indo!
Ray: Eu vou montar atrás de Lily.
Estel: Não, eu estou montando com ela!
Ray: Eu disse primeiro.
Estel: Não importa quem disse primeiro. Você é tão imaturo.
Ray: O quê? Venha, diga isso de novo!
Você: Vocês poderiam parar de brigar por coisas estúpidas!?
Ethan: Mas você não pode montar um dragão por si mesma.
-Ethan, você vai montar comigo, não é?
-Duas pessoas por dragão não será perigoso?
Aqui você pode decidir como responder. A resposta “Ethan, você vai montar comigo, não é?” dá pontos de romance com o Ethan.
Você: Ethan, você vai montar comigo, não é?
Ethan: Huh? Ah... você quer que eu monte com você?
Você: Sim, eu quero.
Ethan: C... certo, nós vamos montar juntos.
Você: Escoltada por Ethan, eu escalei nas costas do dragão. Ray e Estel pareceram desagradados por essa virada de eventos, mas Ethan já tinha escalado nele atrás de mim, então eles não tinham escolha além de ir para outros dragões. Ray escalou a bordo de um dragão azulado, e Estel montou um esverdeado, e ambos voaram para cima.
Ethan: Ok, aí vamos nós.
Você: Sim. Por favor, dragão, leve-nos para Logres.
Você: Ao meu pedido gentil, o dragão mais uma vez abriu suas asas.
Você: É realmente excitante olhar para baixo das costas de um dragão, não é?
Ethan: Não se incline tão pra frente.
Você: Eu sei, eu sei.
Ethan: Sabe? Você é sempre tão impulsiva. Eu me preocupo com você.
Você: Quando ele disse isso, Ethan me abraçou mais fortemente.
Você: (Se... se ele continuar me segurando desse jeito, eu vou... Ele está apenas me segurando assim porque ele está preocupado que eu vou cair do dragão. Eu tenho certeza.)
Ethan: ... Em breve, nós estaremos enfrentando nossa batalha final.
Você: Eu estava surpresa pelas palavras de Ethan.
Você: Sim, você está certo. Dessa vez, eu vou falar com Rei Arthur, e eu irei recuperar Excalibur.
Ethan: ... Lily. Depois que você pegar Excalibur, você estará retornando para o castelo, certo?
Você: Sim, é claro.
Ethan: Então... Eu acho que nós estaremos seguindo nossos caminhos separados depois disso.
Você: ... Sim.
Você: Tinha se tornado tão natural para nós estarmos juntos que eu tinha completamente esquecido que uma vez que essa missão acabasse...
Você: (Apenas pensar em estar separada de Ethan me faz sentir solitária.)
Você: Eu senti uma dor em meu coração, e sem pensar, agarrei a mão de Ethan com força. Como se em resposta, Ethan me abraçou. Nosso dragão estava voando muito mais alto que os outros. Não havia medo que Ray ou Estel poderia nos ver. Então eu também virei e coloquei meus braços ao redor de Ethan.
Ethan: Eu não posso te deixar. Eu não quero te deixar... Eu quero ficar com você pra sempre.
Você: Sua voz gentil caiu suavemente em minhas orelhas. A essas palavras, meu coração começou a bater forte, e eu sorri quando olhei para ele.
Ethan: Eu te amo.
Você: Aquelas eram as palavras que eu tinha desejado ouvir. Ethan me beijou na bochecha. Eu queria mais, e meu coração começou a bater mais rápido.
Ethan: Nosso primeiro beijo.
Você: Não, não é. Você me beijou no bar.
Ethan: Huh? Não, eu nã... Oh.
Você: Você finalmente se lembrou?
Ethan: ... Eu sinto muito! Eu sei que eu tinha bebido um pouco demais, mas para fazer algo assim!
Você: Foi apenas a bebida?
Ethan: É claro que não! Eu beijei você porque eu te amo!
Você: Depois da declaração honesta de Ethan, ele ficou vermelho brilhante, talvez de vergonha. Mas eu estava muito feliz. Naturalmente, meu corpo virou na direção do dele.
Ethan: Eu vou me lembrar de tudo a partir de agora. É uma memória preciosa que eu compartilho com você.
Você: Eu estou tão feliz...!
Ethan: Algum dia, nós vamos rir de tudo isso. Nós vamos definitivamente vencer essa luta.
Você: Quando eu assenti em concordância, os lábios de Ethan procuraram os meus.
Carta do Capítulo 8
DE: Ethan
PARA: Lily
ASSUNTO: Isso É Tão Bom
Voar nas costas de um dragão é realmente bom, não é? A visão é ótima, e você apenas quer ficar lá em cima para sempre.
Diga, depois que nós recuperarmos Excalibur, por que nós dois não vamos a algum lugar nas costas de um dragão?
Apenas nós dois, algum lugar onde Ray e Estel não possam ficar no caminho...
Esse é o fim do capítulo 8. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Lidas ♥