[SWD] Magic Sword: Estel (capítulo 2)

Oi oi, pessoal! Depois de um mês e meio de problemas, Crys-chan finalmente voltou com mais Magic Sword! Espero que gostem! :)

Estel (História Principal) – Capítulo 2

Você: Quando eu encontrei Estel o elfo, eu pensei que nunca tinha o encontrado antes. Mas na verdade, Estel e eu éramos velhos amigos de infância. Estel era uma criança linda como uma boneca. Eu tinha assumido que ele era fêmea. O Estel do presente ainda era bem bonito, mas também um homem bem crescido... Isso tanto me excitou quanto me preocupou.
Você: (Seria mais fácil se ele pelo menos se desse bem com Ray e Ethan...)
Você: Com essas reflexões nublando minha mente, nós saímos de Theodore e andamos por dias.
Estel: Uma vez que passarmos dessa floresta, nós estaremos perto de Logres.
Você: Sério!? Então nos deixe...
Ray: Não tão rápido. Essa floresta é perigosa.
Você: Huh? Isso é verdade?
Ray: Entre viajantes, essa floresta é conhecida como “A Floresta Do Não Retorno”. Porque muitos entram, mas ninguém sai.
Você: As palavras de Ray mandaram um arrepio pela minha espinha. Mas Estel continuou a andar na direção do bosque, uma expressão descuidada em seu rosto.
Ray: Ei, espere.
Estel: ...
Ray: Você não tá ouvindo.
Estel: ... Suas palavras não me interessam.
Ray: Escute, você, eu tô ficando realmente cansado da sua atitude!
Você: (Outra briga!?)
Você: Numa agitação, eu corri para entre dos dois pra pará-los.
Você: Por favor, não vamos discutir aqui.
Ray: Eu só tô tentando salvar a vida dele.
Você: Eu entendo. Mas Estel deve saber de alguma coisa que você não sabe.
Ethan: Você tem que admitir, ela tem um ponto.
Ray: Oh, por favor, então eu tenho culpa?
Ethan: Não exatamente. Apenas fique calmo.
Ray: Humph!
Ethan: Ray, você é um pouco hostil demais. Mas Estel, você precisa nos dizer o que você sabe para que nós tenhamos certeza.
Você: Nem mesmo as palavras de Ethan puderam fazer Estel falar.
Você: (Eu suponho que velhos hábitos custam a morrer...)
Ethan: Oh, muito bem então. Lily, tome conta de Estel por nós.
Você: Certo. Ethan, fique de olho com Ray lá fora pra mim.
Ethan: Entendido, Princesa.
Você: Depois que nós estávamos longe o suficiente dos outros, eu chamei Estel.
Você: Diga-me, Estel, essa floresta é realmente segura?
Estel: É segura enquanto eu estiver com você.
Você: Então você está dizendo... Essa floresta é perigosa apenas para humanos sozinhos?
Estel: Correto. Você aprende rápido.
Você: O rosto duro de Estel instantaneamente derreteu em um suave sorriso.
Você: (Eu queria que ele pudesse usar esse sorriso perto de Ray e Ethan...)
Estel: Lily? Algo em sua mente?
Você: Oh, um, não...
Estel: Se qualquer coisa te incomoda, me diga imediatamente.
Você: (Eu deveria dizer a ele para conversar mais abertamente com os outros... Mas ele me ouviria?)
-Deixe-o em paz por enquanto.
-Diga o que está pensando.
Aqui você pode decidir como responder. A resposta “Deixe-o em paz por enquanto” dá pontos de romance com o Estel.
Você: (Não, eu não posso tomar o risco de zangá-lo mais. Eu o deixarei em paz por enquanto.)
Você: Obrigada, mas eu realmente estou bem.
Estel: Muito bem então. Eu não quero ver você incomodada, Lily.
Você: Estel exalou e inspecionou a floresta.
Estel: Essa floresta é segura de se atravessar normalmente.
Você: O quê!? Mas Ray acabou de dizer...
Estel: Aqueles outros viajantes que ele mencionou provavelmente usaram fogo.
Você: Como você...
Estel: Vamos, nós devemos nos apressar. Uma vez que o sol se põe, a navegação é mais difícil.
Você: Estel começou a andar. Eu apressadamente chamei Ray e Ethan para seguir enquanto eu corria atrás dele.
Ray: Ei, você tem certeza que nós ficaremos seguros?
Você: Estel é o mais bem informado sobre a natureza, dado que ele é um elfo. Eu acho que nós devemos confiar nele.
Ray: Eu não tô muito certo se posso confiar nele.
Ethan: Eu continuo te dizendo, Ray! Você precisa parar de ser tão rude com ele.
Ray: É apenas natural duvidar dele. Elfos nunca foram confiáveis.
Ethan: Tal preconceito é imprudente!
Você: Minha cabeça latejante pulsou com as palavras de briga de Ethan e Ray enquanto nós andamos fundo na floresta.
Farfalhar!
Você: Hm? Vocês ouviram alguma coisa?
Ethan: Não. Talvez seus ouvidos estejam pregando peças?
Você: Talvez...
Farfalhar, farfalhar, farfalhar.
Você: Ah!?
Ray: Não, isso definitivamente não é uma pegadinha dos ouvidos.
Você: Com Ray ao meu lado, eu ansiosamente olhei ao nosso redor.
Você: (Eu sei que eu ouvi alguma coisa. Mas de onde?)
Você: Então Estel puxou minha mão.
Estel: Lily, por aqui.
Você: Uh, que lado?... P-por favor, espere!
Estel: Ele está chamando...
Você: (Estel pode ouvir isso também?)
Você: Eu deixei Estel me puxar.
Estel: Bem aqui.
Você: A maior árvore que eu já tinha visto ensombrou acima de nós.
Você: Mas que árvore impressionante...
Ray: É, mas o que é tão especial sobre essa árvore?
Você: Sim, eu me pergunto...
Estel: Fique trás.
Você: ?
Você: Nós não entendemos o porquê, mas obedecemos e ficamos atrás de Estel. Então Estel repentinamente se curvou e profundamente inclinou sua cabeça.
Estel: Bom dia, Rei Floresta. Meu nome é Estel.
Você: Uh, Estel? Por que você está falando com a árvore?
Estel: Essa não é uma árvore qualquer. Essa é Trent.
Você: Então, Ethan soltou um quieto “Oh”.
Ethan: Eu ouvi sobre isso. Trent é um espírito de árvore que vive no fundo do bosque.
Você: Você quer dizer que essa grande árvore é Trent?
Ethan: Sim. Dê uma boa olhada, Lily. Você vê o rosto dele?
Você: Eu olhei na direção do dedo indicador de Ethan e comecei a ver o rosto de um velho no tronco.
Ethan: Trent e elfos são velhos amigos. Deve ser por isso que Estel disse que essa floresta era segura.
Você: Isso faz sentido.
Você: Nem mesmo nos dando um aceno de aprovação à nossa realização, Estel se inclinou ainda mais profundamente para a árvore.
Estel: Nós desejamos sua orientação, se apenas por um pouco.
Trent: ...
Estel: Por favor, eu imploro a você, Trent.
Ray: Ele nos trata como sujeira, então curva sua cabeça ao espírito crescendo na sujeira.
Você: P-por favor, Ray.
Estel: ... Espíritos da natureza são muito mais nobres que humanos.
Ray: Ei, cuidado, viado.
Você: Eu entrei em pânico e me apressei pra parar Ray de perder sua paciência novamente.
Você: Ray!
Ray: Eu acho que nós podemos ficar bem sem qualquer ajuda de uma boba árvore velha...
Farfalhar!
Você: As raízes da árvore arrancaram-se do chão e golpearam Ray como um chicote.
Ray: Ngh!... Pra quê foi isso!
Você: Ray atirou uma bola de fogo na direção da raiz da árvore. Trent começou a gemer ao ver o fogo.
Você: (É mesmo, Estel disse que os viajantes perdidos tinham usado fogo...)
Você: Ray, não!
Ray: Ele atacou primeiro!
Você: Trent está zangado com você por insultar Estel. Ninguém quer seu amigo machucado, independentemente da espécie.
Ray: ...
Você: De qualquer forma, apenas pare. Se nós queremos sair dessa floresta vivos, nós não devemos zangar Trent.
Ray: ... Humph!
Você: Ray esticou sua língua desafiadoramente, mas parou de invocar o feitiço. Estel se acalmou e tranquilizou Trent.
Estel: Minhas profundas desculpas, Trent. Eu não permitirei tal insolência novamente. Eu não o deixarei usar fogo novamente, então por favor, fique à vontade.
Trent: ...
Estel: Eu imploro a você, Trent, poderoso Rei da Floresta...!
Trent: ... Criança elfa.
Estel: Sim?
Trent: Explique para mim, por que você viaja junto com homens?
Estel: Isso é porque...
Você: Os olhos de Estel viraram rapidamente na minha direção por um instante.
Estel: ... Eu faço isso por alguém importante para mim.
Trent: Você se refere aquela fêmea humana?
Estel: ...
Trent: O elfo não abomina a companhia de humanos?
Estel: ... Apesar da raça dela, eu quero estar perto dela.
Você: As raízes ameaçadoras de Trent relaxaram e voltaram ao solo.
Trent: ... Fêmea humana.
Você: E-Eu, ó Espírito de Árvore?
Trent: ... Você é a atual guardiã de Excalibur?
Você: Sim, eu sou.
Trent: Eu posso sentir o poder de Excalibur de você.
Você: Trent delicadamente levantou uma raiz e tocou minha bochecha. Completamente diferente de antes, o toque de Trent era gentil e cuidadoso.
Trent: Há apenas um que pode libertar o poder de Excalibur. Entretanto, apenas ele quem é escolhido pelo espírito pode libertar o verdadeiro poder da espada.
Você: Eu n-não sabia disso.
Trent: E essa pessoa não é você.
Você: É mesmo...
Estel: Então quem é o verdadeiro mestre de Excalibur?
Trent: Isso, nem eu posso responder.
Estel: Há coisas que mesmo Trent não sabe...
Trent: Mas uma coisa é sabida que a fêmea humana é a bainha legítima de Excalibur.
Você: Eu sou...?
Você: A raiz da árvore deslizou para longe de mim.
Trent: Quando você tocar Excalibur e o mestre de Excalibur ao mesmo tempo, tudo será entendido.
Você: As folhas de Trent sussurraram.
Trent: Primeiro, vocês devem viajar para o leste.
Você: Leste? Mas Logres é no sul.
Trent: Viajem para o leste.
Você: Entendido.
Estel: Nossa mais profunda gratidão, ó Trent, por nos abençoar com seu conhecimento.
Você: Trent não falou mais e a floresta retornou a um silêncio pacífico.
Estel: Vamos lá, Lily. Para o leste.
Você: Sim, vamos.
Você: Nós nos curvamos para Trent e começamos a andar novamente.
Estel: Nós acabamos de aprender o quão afortunada você é, Lily.
Você: Afortunada? Mas por quê?
Estel: Trent nunca toca humanos. Nem mesmo elfos. Mas Trent tocou você, sem hesitação.
Você: Estel disse, tocando minha bochecha exatamente onde Trent tinha.
Estel: Foi certamente uma benção.
Você: Eu espero que sim. Mm... Estel, isso faz cócegas.
Estel: Desculpe. Sua bochecha é tão macia que minha mente vagueou.
Você: Quando Estel soltou minha bochecha, Ethan ficou ao lado dele.
Ethan: Você realmente é algo, Estel. Eu ouvi que Trent pode ser bem cruel. E ainda você foi capaz de conversar com ele como se vocês fossem velhos amigos...
Estel: Contanto que você se aproxime dele com o respeito e etiqueta apropriados, você ficará bem.
Ethan: Mas isso não é tarefa fácil – é por isso que eu estou impressionado.
Você: Eu concordo, Estel.
Você: Eu sorri encorajadoramente a ele e vi suas bochechas corarem levemente em rosa.
Estel: Não foi nada...
Ethan: Você poderia me ensinar? Eu quero ser capaz de falar com Trent bem como você!
Você: Os olhos de Ethan estavam brilhando com a fome de aprender. Estel relutantemente começou a conversar com ele.
Você: (Que maravilhoso! Ele está começando a falar com Ethan.)
Você: Enquanto eu suspirava em alívio, Ray resmungou atrás dos dois.
Você: (Eu posso apenas esperar que ele e Ray possam conversar assim em breve... Embora eu ache que isso será impossível por enquanto, com o que aconteceu com Trent e tal.)
Você: Um suspiro rolou para fora de meu peito.
Ray: A visão do meu rosto te faz suspirar? Que bom.
Você: Oh... Eu sinto muito.
Ray: Se eu sou um incômodo, eu vou alegremente ir embora.
Você: Não, não é isso.
Ray: Isso foi convincente.
Você: Eu realmente quero dizer isso.
Ray: Ohhh. Então você não teria se importado se eu tivesse queimado Trent?
Você: Is-isso não foi o que...
Ray: ... Só brincando. Idiota.
Você: Ray resmungou melancolicamente enquanto desviava o olhar.
Você: (Eu não acho que Ray teve intenções maldosas... Mas ele é difícil de entender.)
Você: Enquanto eu observava Ray perambular, Ethan chamou meu nome.
Ethan: Lily! Estel realmente é impressionante!
Você: Sim, ele certamente é.
Estel: ... Ethan, você fala demais.
Ethan: Oh, você tá corando?
Estel: Eu não estou.
Ethan: Então você não deveria menosprezar seus poderes élficos. Você pode falar com espíritos da natureza e com animais também... Eu estou impressionado!
Você: Os elogios de Ethan eram infecciosos – até eu me senti orgulhosa.
Estel: Eu acho que vocês estão exagerando.
Você: Ethan está apenas sendo sincero.
Estel: Ele parece como um mero idiota pra mim...
Você: A-agora isso é um exagero.
Estel: ... Então como você se sente, Lily?
Você: Huh?
Estel: Como você se sente sobre mim, Lily?
-Eu te respeito.
-Eu acho que você é maravilhoso.
Aqui você pode decidir como responder. A resposta “Eu acho que você é maravilhoso.” dá pontos de romance com o Estel.
Você: Quando eu vejo você comunicar com espíritos e cuidar da natureza, eu percebo que homem maravilhoso você é.
Estel: Ohh?...
Você: E eu gostaria de poder ser mais como você.
Estel: Você já adora a natureza muito mais que um humano mediano, Lily. O mero fato que você está ciente de quão importante a natureza é me faz feliz.
Você: Estel respirou fundo e chamou meu nome.
Estel: Elfos comungam com a natureza – é como nós sobrevivemos. Espíritos são uma parte da natureza, portanto nós devemos também comungar com eles. E nós devemos sempre pagar gratidão quando os espíritos nos ajudam.
Você: Entendo... Eu posso não ser muito habilidosa na parte de gratidão.
Você: Ethan assentiu em concordância as minhas palavras.
Ethan: Você está certa. Eu tinha me esquecido ao longo dos anos de ser grato à natureza.
Você: Não é muito tarde para começar a ser grato agora.
Ethan: É verdade! Eu começarei com você, Estel. Obrigado por nos ajudar.
Estel: Eu não acho... Que eu particularmente ajudei muito.
Ethan: Não diga isso! Eu aprendi tanto com você!
Estel: O que você aprende depende de você, não de mim.
Ethan: Mas eu não poderia ter aprendido nada se você não tivesse me ensinado!
Você: Estel juntou suas sobrancelhas e suspirou em confusão sobre a gratidão de Ethan. Então ele mandou um olhar irritado para mim.
Você: (Ele quer que eu intervenha?)
Você: Um!... Ethan, eu certamente admiro sua paixão por aprender.
Ethan: Isso não é sobre mim! Eu meramente quero elogiar Estel!
Estel: ... É isso mesmo.
Você: Estel evitou o olhar de Ethan enquanto ele continuava a falar excitadamente com o elfo. Estel pareceu estar irritado, mas ele amavelmente conversou de volta.
Você: (Eu espero que Estel continue a gradativamente se abrir para Ethan e Ray assim.)
Você: Eu não pude evitar sorrir secretamente para mim mesma enquanto ouvia Ethan e Estel conversarem.

Carta do Capítulo 2
DE: Estel
PARA: Lily
ASSUNTO: Destino localizado.
Graças a Trent, nós sabemos pra onde ir. Mas eu estou preocupado. O que espera no leste? Bem, eu não serei incomodado. Eu focarei em ser uma boa companhia pra você.

Esse é o fim do capítulo 2. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Lidas ♥