[SWD] Magic Sword: Estel (capítulo 7)

Oi oi, pessoal! Crys-chan voltou com mais Magic Sword. Espero que gostem! :)

Estel (História Principal) – Capítulo 7

Você: A tarefa de derrotar o luff gigante ajudou a formar uma ligação entre Estel e Ray que uma vez não estava lá. Eu estava mais que agradada de ver os dois homens se tornando amigos. ... Mas desde nossa estadia na Vila Elfa, meu relacionamento com Estel esteve um pouco complicado. Nós ainda conversávamos como costumávamos... Mas de algum modo, as coisas estavam diferentes. Havia uma tensão silenciosa entre nós – como se houvesse algo que cada um de nós queria dizer, mas não podia.
Ray: Civilização, finalmente!
Você: Nós certamente estávamos caminhando pela selva por um longo tempo.
Ray: E agora é hora de festejar.
Você: C-calma, aí. Sem festas. Você esqueceu que nós estamos numa busca?
Ray: Oh, vamos. Eu não vejo nada de errado com isso.
Você: Eu vejo tudo de errado com isso.
Estel: Mas nós estamos passando a noite nessa cidade, correto?
Você: Bem, sim... Nós estamos...
Estel: Então qual é o problema com um pouco de diversão para o resto do dia?
Você: Hmmm...
Ray: Estel, eu gosto do jeito que você pensa.
Estel: Eu meramente penso logicamente.
Ray: Você “logicamente” quer ter uma festa, certo?
Estel: Não pule pra conclusões.
Ray: Quanto mais você nega, mais eu acho que estou certo.
Você: Enquanto eu observava os dois discutirem, Ethan me deu um tapinha no ombro.
Ethan: Nós também devemos reabastecer e reparar nossas armas. Nós devemos ficar nessa cidade por um tempo.
Você: Mas nós estamos ficando sem tempo...!
Ethan: Pressa não vai nos aproximar de nosso objetivo. E se nós nos apressarmos com lâminas cegas, nós nos arrependeremos quando precisarmos usá-las.
Você: ... Você está certo, eu admito.
Ethan: Então está decidido. Ray, Estel, parem de tolice e nos ajudem a encontrar alojamento.
Estel: Eu não vejo tolice.
Ethan: Pareceu tolice pra mim.
Você: Estel estava finalmente conversando com Ethan e Ray como irmãos. Mas...
Você: (Eu sinto uma lacuna entre nós. Nós ainda conversamos, mas as conversas não fluem tão suavemente...)
Estel: Lily, você está vindo?
Você: Oh, sim, estou indo.
Estel: ...
Você: Hm? O que é?
Estel: Não é... Não é nada.
Você: Estel apressadamente se virou.
Você: (Ele não está falando muito hoje também...)
Você: A atitude de Estel me fez querer chorar.
Você: (É porque eu sou humana...?)
Você: Isso machucou meu coração ainda mais.
Você: (Mas eu tenho um dever a cumprir. Eu não posso gastar minha energia me preocupando com Estel...)
Ethan: Oh, Lily, desculpe, mas eu posso ir ao ferreiro primeiro?
Você: Claro, eu não me importo. Nós te encontraremos na estalagem.
Ethan: Obrigado, Princesa.
Você: Depois de Ethan se afastar para ir ao ferreiro, Ray se pronunciou.
Ray: Lily, eu vou sair um pouco também.
Você: Ray, o que você precisa comprar?
Ray: Eu quero ver os livros de feitiços deles. Vê? Naquela livraria ali.
Você: Oh, eu a vejo. Certo, nos encontre na estalagem.
Ray: Claro, eu vou.
Você: Ah!
Você: Logo após Ray ir embora, eu corei quando percebi que Estel e eu estávamos agora sozinhos.
Você: (Eu não estive sozinha com Estel desde a Vila Elfa... Eu estou tão nervosa.)
Estel: Lily, a estalagem é por aqui.
Você: Huh!? E-ela é? Eu sinto muito. Estel, você parece conhecer essa cidade bem.
Estel: Bem, diz isso naquela placa.
Você: Oh, diz mesmo...
Estel: Eu pensei que você tinha visto também – está bem à vista.
Você: Ohhh... Ahaha. Eu acho que minha mente estava em outro lugar.
Estel: Mantenha seu juízo em você.
Você: Você está certo. Eu farei isso.
Você: Eu forcei um sorriso em meu rosto enquanto Estel caminhava pesadamente para frente.
Você: Whoa, e-espere por mim!
Você: Logo quando eu alcancei Estel, nós estávamos na porta da estalagem.
Você: Com licença, você tem alguns quartos disponíveis?
Estalajadeiro: Sim, nós temos muitos quartos.
Você: Então, nós podemos ter 2...
Estalajadeiro: Mas um belo casal como vocês deveriam ter um quarto juntos!
Você: ... Huh? Casal?
Estalajadeiro: Aquele elfo bonito com você é seu marido, certo?
Você: (É-é essa a impressão que nós damos!?)
Você: Enquanto eu estava ocupada sendo incerta de me sentir envergonhada ou lisonjeada, Estel se aproximou.
Estel: Nós não somos um casal.
Estalajadeiro: Vamos, não seja tímido. Eu posso ver um casal amoroso como vocês a uma milha de distância!
Estel: A-amoroso... N-não, você entendeu errado. Há outro em nosso grupo.
Estalajadeiro: Oh, agora eu entendo.
Você: Por alguma razão, o estalajadeiro pareceu desapontado. Estel e eu trocamos espiadas curiosas.
Estel: Bem, não importa. Contanto que você entenda agora.
Você: Obrigada, Estel.
Estel: Sem problema. Eu só estou surpreso que ele pensou que nós éramos casados...
-Você ficou ofendido?
-Isso foi constrangedor.
A escolha “Você ficou ofendido?” dá pontos de romance com o Estel.
Você: Você ficou ofendido, Estel?
Estel: Não, eu não fiquei ofendido...
Você: Certo...
Você: Apenas ouvir essas palavras fez meu coração cantar.
Estel: Você ficou ofendida, Lily?
Você: Nem um pouco! Eu apenas... Estava um pouco surpresa, isso é tudo.
Estel: ... Certo.
Você: Eu podia fracamente ouvir música vindo do coração de Estel, também... Logo então, os outros chegaram à estalagem.
Ray: E aí, Lily!
Ethan: Nós acabamos de passar uma rua...
Ray,Ethan: Com uma taverna enorme nela!
Você: Estel e eu encaramos sem expressão à performance deles. Eles cutucaram mais perto de nós.
Ray: Depois de todo aquele tédio na floresta, nós merecemos beber hoje à noite!
Ethan: E nós precisaremos comer muito enquanto estamos aqui para reabastecer!
Ray: É! Então vamos!
Você: A-acalmem-se, vocês dois. Eu acho que uma taverna é um pouco desnecessário...
Ray: Bom! Então estamos indo!
Você: Você está mesmo ouvindo...
Ethan: Oh, vamos. Tavernas são divertidas. Elas também são bons lugares para pegar informação!
Você: Bem, isso pode ser verdade...
Ethan: Então venha conosco!
Você: ... Vocês não estão só usando isso como uma desculpa para ficarem bêbados e agirem loucos?
Você: Estel assentiu em concordância ao meu lado.
Ethan: Essa não é de todo nossa intenção.
Ray: Nós não estamos indo lá pra ficamos bêbados e agirmos loucos – nós só queremos ficar bêbados!
Você: Oh, então você admite livremente.
Ray: Já faz muito tempo. Feche os olhos só por hoje, ok?
Você: Hahhh...
Você: Eu estava irritada, mas não podia dizer não depois de me forçarem tão longe.
Você: (E além disso, eu sempre quis ver como era uma taverna.)
Você: Certo. Nós passaremos a tarde na taverna.
Ethan: Ótimo! Bom trabalho, Ray!
Ray: É, vamos ficar bêbados essa noite!
Você: Eu rolei meus olhos ao par alegre, mas não pude evitar sentir excitação em minha primeira visita a uma taverna. Nós sentamos numa mesa próxima da janela e tinimos nossos copos juntos.
Você: Saúde a uma boa busca até agora.
Ray,Ethan: Saúde!
Você: Ray e Ethan não gastaram tempo em beberem suas bebidas em um gole.
Você: Vocês não podem se acalmar só um pouco?
Ethan: Desculpe, é tão delicioso.
Ray: E licor é suposto a ser tomado de uma vez, não bebericado.
Ethan: Verdade, verdade.
Você: Caramba...
Você: (Bem, pelo menos eles estão se divertindo.)
Você: Eu sorri e beberiquei meu vinho.
Você: Estel, você está bebendo?
Estel: Sim.
Você: Hm? O que está errado? Você tem estado encarando.
Estel: Há um palco no bar.
Você: Oh, há mesmo. Eu me pergunto para que serve?
Estel: Eu assumiria que é para dança.
Você: Para dança?
Você: Enquanto eu me confundia com essa informação, Estel engoliu seu vinho e me olhou.
Estel: Uma fêmea humana exoticamente vestida dança nele para os patronos machos. Essas garotas dançarinas muitas vezes se apresentam em festivais e tavernas.
Você: Ohh, que interessante!
Estel: Você não sabia?
Você: Eu as vi dançar na praça, mas eu nunca as vi dançar em uma taverna.
Estel: Talvez isso é para o melhor.
Você: Por quê?
Estel: Eu acho que a visão seria chocante demais para você, Lily.
Você: Estel disse enquanto engolia o novo vinho que ele tinha acabado de pedir.
Você: Eu não sou uma criança, sabe.
Estel: Eu estava meramente sendo honesto... Barman, mais um, por favor.
Você: Estel, você certamente bebe muito. Quanto é esse?
Estel: Eu ainda estou só no meu quarto.
Você: O quê!? Mas esse vinho é tão forte...
Estel: Eu não sou facilmente intoxicado.
Você: (É melhor eu manter um olho nele para ter certeza que ele não exagere...)
Você: Mas a visão do rosto relaxado de Estel aliviou a tensão em meu peito.
Você: (Ele não pareceu interessado em vir à taverna no começo... Mas eu estou feliz de vê-lo assim... Ele realmente está se divertindo.)
Estel: Lily, essa torta é bem deliciosa.
Você: Huh?
Você: As repentinas palavras de Estel me assustaram. Encarar seu rosto tinha feito minha mente vagar.
Estel: Se você não se apressar, Ethan e Ray vão terminá-la. É boa, confie em mim.
Você: Sério? Então eu amaria ter um pouco.
Estel: A carne está temperada com figos, limão, e outros temperos.
Você: Você está certo, é deliciosa!! Nem mesmo nossos cozinheiros do castelo fizeram isso.
Estel: O cozinheiro nessa taverna é muito habilidoso.
Você: Eu amaria que ele ensinasse essa receita aos meus cozinheiros.
Estel: Isso é uma surpresa... Por que você mesma não a cozinha?
Você: (Porque eu não tenho quaisquer habilidades culinárias...)
-Eu não posso cozinhar.
-Eu posso cozinhar um pouco.
A escolha “Eu posso cozinhar um pouco” dá pontos de romance com o Estel.
Você: Na verdade, eu não posso cozinhar. Eu nunca nem mesmo aprendi.
Estel: Eu acho que é mais fácil que usar uma rapieira.
Você: Você acha?
Estel: Bem, tudo depende de prática.
Você: Eu acho que sim... Nesse caso, eu acho que aprenderei a cozinhar essa torta. E quando eu fizer, prometa que você a comerá.
Estel: ... ... Eu não acho que isso acontecerá.
Você: Huh? Mas por quê?...
Você: Eu percebi a resposta bem depois que perguntei.
Você: (É verdade... Eu não verei Estel depois dessa busca terminar. Mas eu quero vê-lo novamente...)
Você: Eu queria dizer isso a ele, mas mantive minha boca calada. Os elfos anciãos não permitiriam. Meu coração ardeu em face da parede inquebrável entre nós.
Você: ... Eu sinto muito.
Estel: Não sinta...
Você: Nenhum de nós podia falar – a atmosfera entre nós ficou mais pesada.
Você: E-eu acho que vou lavar meu rosto.
Estel: ... Certo.
Você: Eu levantei e andei para a bomba lá fora.
Você: (Eu quase empurrei meus desejos egoístas nele lá atrás... Eu sei que elfos e humanos não podem ficar juntos. Estel sabe disso também, mas ainda...)
Você: Meus ombros caíram quando eu me lembrei do que tinha acontecido entre nós na floresta.
Você: (Eu me pergunto se Estel também está triste que ele não será capaz de me ver novamente?)
Você: O rosto de Estel de um minuto atrás apareceu em minha cabeça.
Você: (Ele tinha parecido triste... Ou talvez eu apenas vi assim.)
Você: Eu tomei uma respiração trêmula e furiosamente estapeei minhas bochechas.
Você: (Eu não deveria pensar nisso agora. Eu quero que Estel se lembre de meu rosto sorridente.)
Você: Eu voltei à taverna com minha nova decisão...
Você: (Huh? Onde era nossa mesa?)
Você: A taverna tinha ficado mais lotada e eu não podia achar nossos assentos.
Você: Ummm, mesa, mesa...
Você: Enquanto eu olhava ao redor, um homem que eu não conhecia deslizou seu braço no meu.
Homem desconhecido: Ei, querida, tá fazendo o quê?
Você: (Quem é esse... Espere, agh! Ele fede... Ele está bêbado.)
Homem desconhecido: Ei, não perambule. É sua vez em apenas um minuto.
Você: Um, com licença, mas eu...
Homem desconhecido: Vamos, troque suas roupas.
Você: Esse homem, que provavelmente me confundiu com outra garota, puxou meu braço.
Você: Huh? E-espere...!
Homem desconhecido: Se troque já!
Você: O homem ignorou meu imploro e me empurrou a um cômodo pequeno. Dentro, eu encontrei...
Mulher 1: Bem, olhe pra você. Nova recruta?
Você: Huh? Uh, bem, eu...
Mulher 2: Hmhm, nós precisamos tirá-la dessas roupas caipiras rápido.
Você: P-por favor, espere, eu não sou...
Mulher 1: Não se preocupe, querida. Nós te deixaremos legal e bonita.
Você: As senhoritas me cercaram e jogaram fora minhas roupas.
Você: M-mas eu não sou uma—!
Você: Meu apelo foi lamentável. Eu fui empurrada em um vestido...
Você: Ah!?
Você: Minha pele estava imodestamente exposta. Meu peito estava mal coberto, e o resto de minha vestimenta era mais ou menos como roupas íntimas.
Mulher 2: Nós jogaremos fora suas roupas velhas pra você.
Você: O quê!? P-por favor, não. Você entendeu errado. Eu sou apenas uma patrona...
Mulher 1: Nós podemos conversar o quanto você quiser depois do show. Se apresse no palco. É sua vez.
Você: Huh!?... Você quer que eu saia assim na frente de todos!?
Mulher 2: É claro que queremos. Nós somos todas dançarinas, como você.
Você: (Oh... Então essas devem ser as dançarinas que Estel tinha mencionado... E-espere um minuto! Todas elas pensam que eu sou uma dançarina!?)
Você: Eu olhei meu corpo novamente e meu rosto brilhou vermelho.
Você: (E-eu nunca poderia dançar na frente das pessoas vestida assim! Isso é constrangedor demais!)
Mulher 1: Essa é a sua performance de estreia?
Você: Sim, eu nunca dancei antes. Isso é porque eu não sou uma...
Mulher 1: Não se preocupe. Todas têm medo em sua primeira vez. Mas sua ansiedade vai virar êxtase a qualquer minuto.
Você: Ê-êxtase?...
Mulher 2: Vamos, querida, é sua vez.
Você: M-mas, esperem! Eu realmente não sou uma dançarina!
Você: As mulheres ignoraram meus gritos e me empurraram para fora.
Você: Ah!
Você: Eu estava no palco, um mar de homens perante mim.
Cliente 1: Parece bom! Senhoritas adoráveis!
Cliente 2: Balance esses quadris!
Você: (Eu preferiria lutar contra um luff...!)
Você: Eu senti o sangue drenar de meu rosto. Eu tentei me encolher de volta atrás da cortina, mas as dançarinas me cutucaram de volta ao palco.
Mulher 1: Vamos, nova garota, você precisa mostrar suas coisas.
Você: Pela última vez, eu não sou uma...
Ethan: Essa não é Lily?
Você: Só então eu ouvi uma voz familiar.
Você: (Isso é um pesadelo... Eles estão me observando também...)
Você: Eu apertei meu rosto, caindo mais e mais fundo em um mar de vergonha.
Ethan: É Lily! O que no mundo ela está fazendo lá!?
Você: Ethan levantou de seu assento em surpresa.
Ray: Whoa, ela tem um corpo muito bonito.
Ethan: Isso é irrelevante!
Ray: Irrelevante? O que é irrelevante sobre um busto decente... Vê?
Ethan: N—! Não encare assim!
Você: Ethan entrou em pânico, seu rosto muito vermelho.
Você: (Por que Ray sempre tem que ser assim! E você, também, Ethan! Não se incomode com Ray – salve-me!)
Ray: Ei, Estel, você não está surpreso também?... Espere, onde ele está?
Ethan: Hm? Pra onde Estel vagueou?
Ray: Não me diga, ele está envergonhado também?
Você: (Sério, Estel, onde você está...)
Você: Eu nervosamente espiei por meus dedos a multidão de homens quando repentinamente meu braço foi agarrado.
Você: Ah!
Estel: ...!
Você: Estel!?
Você: O homem que me salvou, o homem que tinha chegado de mansinho no palco para me afastar longe do palco, foi Estel. Eu não podia dizer se ele estava chateado ou confuso. Ele me olhou com bochechas vermelhas. Ver o geralmente composto Estel me encarar tão calorosamente fez eu me sentir igualmente nervosa enquanto encarava de volta.
Dono da loja: Calma, amigo, sem tocar as dançarinas.
Estel: Mas Lily é...
Dono da loja: Vamos, saia do palco.
Estel: Lily é minha dama!
Você: E-Estel!? Vamos!
Você: Estel, ainda zangado, agarrou meu braço com força alarmante, me puxou do palco, e correu para fora do bar comigo. Nós deixamos para trás Ethan e Ray e todos os outros homens confusos...

Carta do Capítulo 7
DE: Estel
PARA: Lily
ASSUNTO: Tão indecente!
Por que você estava vestida daquele jeito!? E, para esse assunto, por que você estava naquele palco!? Não, esqueça. Isso não importa mais. Há algo ainda mais importante que eu devo te dizer.

Esse é o fim do capítulo 7. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Vistas ♥