[SWD] Love Tangle: Timo (capítulo 9 - Final Supremo)

Oi oi, pessoal! Crys-chan voltou com mais Love Tangle. Esse é o final da rota do Timo. Espero que gostem! :)

Timo (História Principal) – Final Supremo
(Um leopardo Kaleido desapareceu no laboratório? Como poderia algo assim acontecer?! O instituto deveria ser um lugar seguro para os animais. Por favor, deixe que ele esteja bem!)
Eu rezo pela segurança do leopardo enquanto sigo Timo ao nós dois corrermos para a área dos leopardos.
Timo: Você chamou a polícia?!
Pesquisador 1: Ainda não!
Timo: Ok, eu vou ligar para eles agora.
Sem hesitação, Timo puxa seu telefone e começa a discagem.
Julia: Espere um segundo, Timo. Você não deveria esperar até nós termos uma chance de procuramos nas instalações?
Timo: Eu não vou arriscar.
Ele procede com seu pedido para a polícia vir investigar. No momento que a chamada termina, ele parece severo.
Timo: Você não se lembra, Darwin? Nós recentemente tivemos um intruso que invadiu a jaula dos leopardos.
Julia: Oh!
(É verdade. Eu esqueci tudo sobre isso. E, como tesouros vivos de Kaleido, os leopardos são constantemente alvos de caçadores!)
Julia: Timo, e se um caçador invadiu aqui e fugiu com o leopardo? O que faremos então?
Timo: Eu pensei nisso, mas é o leopardo ferido que está desaparecido. Tão terrível como soa, eu duvido que ele tenha muito valor para alguém caçando leopardos.
Julia: Bom ponto. Particularmente quando eles têm todos esses outros leopardos para escolher.
Timo: A polícia deve chegar a qualquer minuto, mas vamos começar a procurar. Pode ser que o leopardo está preso em algum lugar nas instalações, incapaz de se mover.
Julia: Ok. Se isso é verdade, nós precisamos encontrá-lo o mais cedo possível!
Junto com os outros pesquisadores, Timo e eu começamos a procurar a larga extensão da área dos leopardos. Timo, quem conhecia a área dos leopardos melhor que qualquer um, foca em todos os cantos e fendas ocultos. De repente, no meio de sua procura...
Timo: Aquele é... o professor?!
Eu o ouço arfar. Eu estou igualmente chocada por sua descoberta. Em um esforço clandestino... ...o professor do Instituto de Pesquisa N, com a ajuda de vários outros homens, está tentando fugir com nosso leopardo!
Timo: O que está acontecendo aqui?!
Absorto do possível perigo, Timo grita, então pula nos homens.
Professor no Instituto de Pesquisa N: Salminen! Droga! Achei que você apareceria bem na hora!
Timo: O que você acha que que está fazendo?!
Professor no Instituto N: Relaxe, Sr. Salminen.
O professor rapidamente muda para um tom de voz mais lisonjeiro.
Professor no Instituto N: Você não iria querer abandonar os resultados de seu sucesso, iria? Não depois que o leopardo se recuperou até aqui. Aquele animal pode prover uma enorme contribuição para a medicina veterinária, e eu pedi repetidamente por sua transferência... ...mas seu chefe obstinadamente recusou.
Timo: Você ficou louco?! A saúde daquele leopardo é de longe nossa preocupação mais importante!
Timo está absolutamente lívido com raiva, e eu estou muito chocada para mesmo falar.
Professor no Instituto N: Você é quem não tem ideia, Sr. Salminen. Se não fosse pelo leopardo, você realmente acha que teria recebido uma oferta de emprego? Eu não estou prestes a deixar você deixar os resultados de sua pesquisa para trás. Agora, saia do nosso caminho e mantenha sua boca fechada.
Depois de ouvir isso, eu sinto como se tivesse tido um buraco perfurado através de meu peito.
Julia: Você deve estar brincando. Você está dizendo que prestígio é mais importante que a saúde daquele leopardo?
(O que o fez querer se tornar um pesquisador em primeiro lugar?)
Timo: Você me deixa doente. São pessoas como você que dão ao resto de nós pesquisadores um nome ruim.
Timo furiosamente cospe a ele, então vira para me encarar.
Timo: Darwin, se você não se importa, poderia pedir aos outros funcionários para se juntarem a nós? E a polícia, quando eles chegarem?
Professor no Instituto N: Espere! Você realmente está preparado para desistir de sua oferta de emprego?!
Timo: Não me faça rir.
Timo já se decidiu, e recusa a ser ameaçado pelo professor. Enquanto Timo está o distraindo, eu uso meu telefone para chamar reforço. Logo os outros pesquisadores chegam, junto com a polícia, que imediatamente prende o professor junto com seus companheiros. Enquanto a polícia arrasta os , Timo e eu cuidamos do leopardo que quase tinha sido vítima deles.
Julia: Pobre menino. Ele já se feriu uma vez, e agora ele foi assustado pelas luzes vivas do dia.
Timo: De gato. Algumas pessoas são capazes de atos verdadeiramente desprezíveis. E eu estou chocado de descobrir que um membro do Instituto de Pesquisa N pode estar entre eles.
O amor de Timo por animais o tem tremendo com ira e falando com uma língua excepcionalmente afiada.
Julia: Timo...
Eu dou um passo ansioso na direção dele.
(Ele teve uma oferta de emprego do Instituto de Pesquisa N, e pareceu realmente estar ansioso por isso. Então... ...eu imagino que o que acabou de acontecer é um grande choque para ele. Certamente é para mim. Eu tinha muito respeito por aquele professor.)
Aqui estou eu, preocupando-me com Timo e sua oferta de emprego, enquanto Timo está simplesmente zangado com o tratamento dos leopardos.
(É por isso que eu me apaixonei por ele, no entanto.)
Julia: Eu espero que você, ou alguém como você, termine se tornando o pesquisador mais renomado no mundo.
Eu quietamente pego a mão de Timo, e estou aliviada quando ele não a afasta de mim.
Julia: É claro, pesquisadores devem ser julgados por suas conquistas, mas... ...junto com suas conquistas, você tem um profundo amor de animais, e isso o faz ideal no que me diz respeito.
Timo: Darwin, você está me superestimando.
Após esse comentário, Timo timidamente desvia o olhar, e eu posso ver que ele está corando.
Timo: Ainda, eu encontrarei um modo de satisfazer suas esperanças.
Ele fracamente sorri, e eu sorrio de volta a ele. Só então... ...Eu ouço o clique de um obturador da câmera.
Julia: Huh?
Timo: O quê agora?
Timo e eu nos viramos na direção do som.
???: Oops. Parece que eu interrompi o casal feliz.
O estranho homem sorri de volta para nós.
???: Por favor, ignorem-me. Eu estou apenas atravessando.
Timo: Eu apreciaria se você parasse de tirar fotos.
Timo dá um passo para frente, escondendo-me atrás de suas costas.
???: Ooh, assustador. Tudo bem, eu já consegui algumas ótimas fotografias. Estarei à caminho.
Após seu comentário sugestivo, o homem vai embora com sua câmera.
Julia: Alguma ideia de quem aquele era?
Timo: Já que a polícia está aqui, eu imagino que possa ser um repórter de um dos meios de comunicação.
Julia: Eu suponho.
A explicação de Timo parece razoável, e ainda, como uma coceira que eu não posso coçar, algo sobre o homem me incomoda. No dia seguinte...
Joy: Ei, olhem isso. Vocês dois fizeram a notícia!
Timo e eu estamos comendo café-da-manhã no café quando Joy animadamente chega correndo. Ela está segurando um jornal em suas mãos. Uma visão rara.
Joy: Vocês estão na primeira página! Vê?! "Casal impede roubo do símbolo do país, leopardo Kaleido em prisão espetacular"!.
Julia: Uau. O incidente está tendo muita cobertura.
Timo: Não é surpreendente, considerando que o autor foi um pesquisador renomado mundialmente. Eu tenho certeza que vai demorar um pouco para as coisas se acalmarem.
Julia: Aham.
Eu assinto de volta enquanto pondero a situação de Timo.
(Eu me pergunto o que aconteceu com sua oferta de emprego do Instituto de Pesquisa N?)
As coisas lá devem estar em muito tumulto após o que aconteceu. Mesmo se a organização não está implicada no crime dos membros de seu pessoal, eles certamente vão tomar muita crítica por isso.
Julia: Eu me sinto mal pelos outros pesquisadores no Instituto de Pesquisa N que não tinham nada a ver com isso.
Timo: É. Você pode dizer que eles são vítimas também.
Timo pausa por um momento.
Timo: Ainda, pelo menos isso deve impedir o Instituto de Pesquisa N de tentar me atrair.
Julia: Huh?
O comentário de Timo me pega de surpresa.
Julia: Então, sobre sua oferta de trabalho--?
Timo: Eu disse a eles desde o começo que isso teria que esperar. Eu não estava prestes a abandonar nosso leopardo ferido no meio de sua reabilitação.
Ele solta um suspiro.
Timo: Eles foram surpreendemente persistentes, no entanto. Estava começando a ser um verdadeiro incômodo. Eu estou apostando que foi tudo o feito daquele professor, considerando que ele tentou roubar nosso leopardo e usurpar nossas conquistas.
Julia: Eu vejo. Bem, nesse caso--
Timo: Realisticamente, minhas chances de ir para o Instituto de Pesquisa N no futuro desapareceram.
Julia: Eu me sinto mau. Isso teria sido um grande avanço para você...
Eu hesitantemente respondo.
Julia: ...mas se isso te faz sentir melhor, é uma grande honra estar trabalhando com um pesquisador de seu calibre.
Joy segura uma risada, então me cutuca com seu cotovelo.
Joy: Por que você apenas não levanta, e admite para ele que você está feliz que ele não está indo?
Julia: Joy! Eu não posso dizer isso. Pare de me provocar!
Ainda, eu olho na direção de Timo.
(Ele não realmente parece tão chateado, não é. Isso é um alívio.)
Eu começo a relaxar um pouco. Eu entendo o desejo de Timo se colocar sua pesquisa antes de romance. E, considerando quanto eu respeito seu trabalho, eu não consigo forçar meu afeto nele.
(As coisas estão bem do jeito que estão. Eu estou feliz de manter meu amor por ele para mim mesma.)
Eu quietamente faço a decisão de não deixar meus sentimentos se mostrarem.
Nathaniel: Oh ei, aí estão os dois novos heróis de Kaleido! Bem as pessoas que estou procurando.
Só então. Sr. Chrysler chega animadamente passeando no café.
Nathaniel: Eu devo dizer, estou realmente orgulhoso de vocês! Notícia do que vocês fizeram está em toda parte na TV e jornais!
Timo: Não foi nada pessoal.
Julia: Bom dia, Sr. C. Eu apenas estou feliz que o leopardo estava bem.
Nathaniel: Sua bravura salvou aquele animal ferido. Isso é impressionante!
Sr. Chrysler coloca um braço sobre meu ombro e alegremente sorri para mim.
Nathaniel: Eu estou pensando em fazer uma pequena festa no jardim na hora do almoço. Eu espero ver todos vocês lá!
Joy: Isso parece fantástico. Nós podemos celebrar a conquista de Julia e Timo!
Joy animadamente bate suas mãos juntas.
Nathaniel: Eu vou dar a Josh uma mão na montagem. Por que todos vocês não deixam os outros saberem.
Sr. Chrysler então se apressa de volta para fora do café. Parece muito óbvio que ele acabou de inventar a ideia para a festa.
Timo: Eu não acredito nisso. Todos aqui amam festejar, não é.
Julia: *Risada* Eu direi.
Joy: Só pense, você também vai poder celebrar o fato de que Timo está ficando em Kaleido.
Joy sussurra em minha orelha e eu imediatamente coro.
Julia: Joy, eu disse para você parar de me provocar. Timo perdeu uma importante oportunidade. Não parece certo celebrar.
Minha quieta resposta parece surpreendê-la, e ela imediatamente sussurra de volta.
Joy: Se eu fosse você, eu estaria abertamente emocionada que ele está ficando. Você deve realmente amá-lo se é capaz de se preocupar com o futuro dele.
Dessa vez, ela soa muito mais sincera.
Joy: E não apenas você o ama, você o respeita também. Isso é maravilhoso.
Julia: É bom da sua parte dizer isso... eu acho.
Joy: Você certamente elevou se apaixonar em uma arte. Eu estou rezando que isso funcione para você.
Julia: Obrigada, Joy.
Eu dou a ela um abraço.
Timo senta lá, dando a nós duas um olhar estranho. Eu estou bastante confiante que nossas vozes estavam baixas o suficiente para ele não conseguir nos ouvir.
Nathaniel: Aqui está para Timo e Julia, por salvar o leopardo Kaleido de perigo... saúde!
Chegado o meio-dia, todos se reúnem no quintal e Sr. Chrysler nos conduz em um brinde.
Paul: Fantástico trabalho, vocês dois. Eu estava realmente assustado quando ouvi a notícia daquele leopardo desaparecendo.
Paul abaixa seu copo e começa uma conversa.
Paul: Eu aconteci de estar no meio de um cochilo quando isso aconteceu, e no momento que acordei, tudo tinha acabado.
Julia: Você deve estar cansado depois de todas as noites que passou no trabalho. Eu aprecio o quanto você está cuidando da saúde dos animais.
Paul: Eu tenho muita força deixada em mim. É uma pena que você não teve a chance de me ver em ação.
Paul sorri, então olha para Timo, que está parado ao meu lado.
Paul: Bom trabalho, Timo. Não apenas você ajudou aquele leopardo a se recuperar, você o salvou de ser levado. Você deve ser sua divindade guardiã.
Timo: Eu simplesmente fiz o que tinha que fazer. Eu tenho certeza que você teria feito seu melhor também, se estivesse no meu lugar.
Paul: É claro.
Paul sorri para Timo e estica sua mão direita na direção dele.
Paul: Ainda, você é uma pessoa fantástica para com quem trabalhar.
Timo: Obrigado, Morgan.
Paul: Por favor, me chame de Paul. E aperte minha mão enquanto você está nisso, ok?
Timo: Claro, Paul, se você insiste.
Timo e Paul firmemente apertam as mãos, selando sua amizade.
(Quando se encontraram pela primeira vez, eles estavam em desacordo um com o outro. E agora olhe para eles, apertando as mãos assim.)
Eu alegremente olho de um lado para o outro a eles dois.
(Camaradagem masculina certamente é maravilhosa.)
Paul dá a Timo uma piscadela travessa.
Paul: Eu tenho que admitir, no entanto, eu estava completamente esperando que você fosse para o Instituto de Pesquisa N... ...e agora, eu estou feliz de ouvir que você estará ficando em Kaleido. A vida não é divertida sem um rival por perto.
Timo: Um rival?
Paul: É. Você e eu somos rivais, não somos?
Eu posso adivinhar o que está na mente de Paul quando ele joga um rápido olhar em minha direção.
Timo: É isso o que você pensa?
Surpreendentemente, os lábios de Timo estão curvos em um sorriso.
Timo: Nós não somos mais rivais, Paul.
Julia: O quê?
Paul não reage tão rápido ao comentário de Timo quanto eu.
(O que ele quer dizer com isso? Paul já propôs para mim. Timo está dizendo que ele não tem intenção de fazer o mesmo? Ele está dizendo que não tem sentimentos por mim?)
Suas palavras são como um peso de chumbo ao redor de meu coração quando elas lentamente afundam.
(Timo já escolheu sua pesquisa. E eu decidi que posso viver com isso, não decidi? Nada disso deveria vir como um choque para mim.)
Só então, eu sinto uma presença tranquilizadora atrás de mim. Paul, entretanto, ainda está na minha frente, parecendo surpreso.
(Se não é Paul, então deve ser -- Timo?!)
Eu olho ao redor e confirmo minha suspeita. A quente reafirmação que eu sinto das grandes mãos de Timo é inconfundível. Timo está me abraçando?!
Julia: Timo...?!
Seu lindo rosto está apenas a centímetros longe do meu.
Timo: Paul, nós não podemos ser rivais se Darwin... Eu quero dizer, se Julia já me escolheu... ...e eu aceitei.
Timo olha em meus olhos.
No momento que nossos olhos se encontram, eu me sinto certa que meu coração vai explodir do meu peito.
Paul: Espere! Essa é uma declaração de guerra! Você percebe que eu não vou permitir isso, certo?!
Timo olha para Paul, e embora eu não possa ver seu rosto claramente, eu posso dizer que ele está audaciosamente sorrindo.
Timo: Entre minhas muitas falhas, eu sou egoísta, e tenho uma terrível mente direta, e ainda assim ela ainda me escolheu. Eu seria um tolo para não corresponder.
Paul parece momentaneamente surpreso, então ri amargamente.
Paul: Você me pegou dessa vez. Isso significa que eu perdi?
Timo: Infelizmente, eu diria que sim. E, Julia...
Julia: S-Sim?!
Timo: ...desculpe que eu demorei tanto. Mas dessa vez eu estou sério, e pronto para ir todo o caminho.
(?!)
Paul: Aaah.
O som de Paul gemendo desanimadamente fica distante.
(Timo, você não está bêbado dessa vez, certo?)
Eu não posso evitar lembrar a última vez que nossos lábios se tocaram. Apesar do embaraço de Timo, ele derrama todo seu afeto em seu beijo. Quando nossos lábios se separam, Paul tem suas costas para nós e o resto do grupo parecem todos chocados.
Paul: Como seu amigo desde a infância, permita-me ser o primeiro a dizer isso. Parabéns, Julia. Você conseguiu para si o mais sem tato, e ainda o mais devotado, namorado do mundo. Eu estarei pensando em sua felicidade enquanto bebo meu drinque.
Sentindo a consideração de meu amigo de infância, eu olho para Timo e quietamente assinto.
Julia: Obrigada, Paul.
Paul assente de volta, então rapidamente se afasta.
Timo: Ele é um ótimo cara.
Timo murmura enquanto observa Paul se juntar a Nolan e os outros.
Timo: Então, isso faz de você minha namorada agora, Julia?
Julia: É isso mesmo, Timo.
Meu pulso está correndo tão rápido que eu me sinto tonta. Eu estou tão feliz, eu poderia desmaiar.
Timo: Eu hesitei por um bom tempo antes de dar o salto. Eu sinto muito que demorou tanto. Mas... ...agora que eu estou comprometido, eu não serei fácil de se livrar.
Julia: Eu sei disso, Timo. Afinal, esse é o tipo de pessoa que você é.
Timo: Eu não consigo imaginar encontrar alguém tão compreensivo quanto você.
Julia: Obrigada, Timo. Isso significa muito para mim. Eu nunca encontrei alguém que respeito tanto quanto você. Eu amo você.
Timo: Eu amo você também.
Eu fecho meus olhos quando Timo levanta meu queixo e se inclina em minha direção.
Timo: Eu nunca soltarei você.
Julia: *Risada* Eu devo dizer, eu estava surpresa como você desafiou Paul ainda agora.
Timo: Eu finalmente fiquei cansado de observá-lo perseguindo você e decidi que era hora de dizer alguma coisa.
(É isso mesmo?)
Após sua quieta confissão, Timo me beija repetidamente.
Julia: Mmm.
No fundo de minha mente, eu ouço comemoração. Os outros residentes em Lilac Court estão nos dando sua bênção.
Nathaniel: Ei vocês dois, vocês deveriam ser nossos convidados de honra! Juntem-se a festa!
Joshua: Deixe-os em paz, Nathaniel. Eles estiveram esperando um longo tempo para compartilharem seus sentimentos um com o outro.
Mesmo as tentativas do grupo de fazer graça de nós mal registram. Não mais capazes de nos reprimir, Timo e eu damos nosso primeiro determinado passo na direção de nosso futuro juntos, e começamos a beijar com abandono.
Esse é o fim da rota do Timo. Espero que tenham gostado. Até a próxima! :)

Esta é a CG Premium ganha por completar os Finais Supremos do Paul e do Timo.

Comentários

Mais Vistas ♥