Ephemeral: Prólogo

Lobisomem, Homem Invisível, Vampiro, Múmia etc... Viva com os charmosos residentes no escuro, a vida privilegiada do campus! Você irá perceber que o amor proibido ultrapassou as raças lá—
Shiba: Lobisomem. “Não, eu não posso. Eu não posso continuar sendo assim, ou não terei orgulho de minha raça.”
Nagi: Homem Invisível. “Se eu... ficar em suas memórias?”
Ray: Vampiro. “Eu me sinto desconfortável. Dê-me seu sangue.”
Natsume: Múmia. “Porque você é uma boa senhorita, vale a pena dar a você os supremos elogios.”
Oi oi, pessoal! Crys-chan chegou com a tradução de um novo jogo: Ephemeral, a pedido de uma seguidora no grupo do Facebook. Espero que gostem! :)

{Eu usarei o nome oferecido pelo jogo, Cloé.}
— —Ei, você sabe por que a lua está tão longe de nós? Há tantas coisas que eu não consigo entender neste mundo. Por que eu não posso sair desta cidade? Como é se apaixonar por alguém? Será doce? Amargo? Frio? Quente? Quão forte de uma emoção é que eu iria querer proteger alguém mesmo se isso me custar tudo— —?
Cloé: (Toda vez que eu fazia essa pergunta, vovó sempre respondia “Você não tem que saber disso”. Mas, eu realmente quero saber...)
Professor: Você parece um pouco para baixo. Está nervosa?
Cloé: Oh! De... Desculpe! Eu apenas... não estava prestando atenção...
Professor: Eu consigo entender. Não é estranho que você se sentiria nervosa por um ambiente desconhecido, já que você vem da “Cidade Protegida”. Além disso, você está transferindo num momento incomum. Isso deixaria qualquer um extra nervoso.
Cloé: ... (Isso mesmo... começando hoje, eu serei uma estudante nesta “Escola Alderic”. Eu deveria me preparar...)
Eu agarrei as bordas de meu novo uniforme para tentar me encorajar.
Professor: Haha, você não tem que se preparar tanto assim. Os estudantes aqui são todos personagens bem fortes, mas são todos legais, então eu acho que vocês se darão bem. Você pode encontrar um monte de comentários por causa de sua raça, mas “discriminação racial” é proibido por nossos regulamentos escolares. Você não tem que se preocupar com nada, apenas curta a vida do campus na Escola Alderic.
Cloé: ...discriminação racial? (O que é isso...?)
Professor: Oh... Eu vejo. Você nem mesmo sabe disso, certo?
Cloé: D...desculpe...
Professor: Você não tem que se desculpar. Estou bem consciente de suas circunstâncias, então eu deveria ter sabido melhor. Minhas desculpas. Você sabe sobre as “Classes da Escuridão”? Elas são regras que ditam sua classificação de acordo com sua raça. Por exemplo... qual é a sua raça?
Cloé: Eu sou... uma Zumbi...
Professor: Ok. A raça de Zumbi está na mais baixa classificação das classes da escuridão. Em contraste, a classificação mais alta é Sereia. A segunda é Vampiro. Então, a Classe Alta Diabo e Medusa. Há tantas raças que eu não poderia lhe dizer todas elas agora mesmo. ...de qualquer forma, essas classes não têm significado neste campus. Isso é porque, como eu mencionei mais cedo, “discriminação racial” é proibido por nossos regulamentos escolares. A raça do Diretor deste campus é “Homem invisível”, uma raça com classe mais baixa.
Cloé: Homem invisível?
Professor: Como o nome sugere, eles são uma raça com a habilidade de ficarem invisíveis. Em adição, você será capaz de naturalmente sentir as diferenças entre as classes, então você não tem que se lembrar quem está acima de quem.
Cloé: ...? (Eu consigo sentir...? Eu estava ouvindo tudo isso pela primeira vez, e tudo começou a ficar amarrado em nós em minha cabeça.)
Professor: Haha... É difícil explicar com palavras. Você gostaria de tentar?
Depois de dizer isso, o professor colocou seu dedo em meu peito enquanto eu fiquei lá com uma expressão confusa.
Professor: Não se mova.
Cloé: (O quê...!? Meu corpo...)
No momento que ouvi o comando do professor, meu corpo ficou pesado como se repentinamente fosse feito de chumbo.
Professor: Você me ouviu? Não se mova. Essa é minha “Ordem”.
Seus olhos, olhar, e mesmo o mais leve movimento de seus dedos pareceu aterrorizante, e meu corpo congelou com medo.
Cloé: (Eu não consigo nem mesmo mover meu dedo... O que é isso? É tão aterrorizante...!)
Aplauso!
Cloé: Eek...!
Professor: O fim... você não pôde mover um músculo, não é.
Cloé: Mm-hm...
Meu corpo pareceu leve novamente quando o professor bateu suas mãos.
Cloé: O que aconteceu...?
Minhas pernas perderam sua força, e o professor estendeu sua mão para me ajudar a levantar quando caí ao chão.
Professor: Isso é o que eu quis dizer por senti-lo. Assustador, certo? Minha classificação é mais alta que a sua... Eu sou um Frankenstein. É por isso que você não pode desobedecer minha “Ordem”. Geralmente, nós usamos essa habilidade para comandar aqueles que são de classificação mais baixa... Mas, como eu lhe disse várias vezes, o uso dessa “Ordem de Obediência” neste campus é proibido. Se alguém usar essa habilidade em você, por favor, venha me dizer a qualquer hora.
Cloé: O... Oh, eu vejo...
Professor: Bem, vamos indo. Sua sala de aula é bem ao redor deste canto – –
Cloé: ... (Parece que... eu vim a um lugar complicado. Mas, eu tenho que fazer isso funcionar... Meu sonho finalmente se tornou realidade, afinal. Vovó... está provavelmente muito preocupada comigo agora. Ei... vovó...)
Por que vovó odiava tanto ir ao mundo lá fora?
Cloé: Eu me pergunto muito sobre isso. O mundo do lado de fora parece tão interessante. Mas quando eu pergunto sobre o mundo lá fora, ela ficaria zangada e me diria para parar de pensar nisso.
Eu seguro minha cabeça com minhas mãos na mesa, e Sra. Rain a Bruxa solta um bufo.
Rain: ...você quer falar disso novamente, huh? Você realmente é implacável. Depois de quebrar as regras da cidade e sair da cidade para vir me ver, isso é tudo com o que você quer me entediar? Todo dia, toda vez... Você já não está cansada disso?
Cloé: Mas, eu estou curiosa. Ei, eu ouvi alguns rumores. Dizem que há uma grande escola apenas duas montanhas longe daqui! Também dizem que há todos os tipos de raças lá, e todas elas estudam duro sem nenhuma discriminação!
Rain: ...Ah, devem estar falando sobre aquela “Escola Alderic”.
Cloé: Sra. Rain, você sabe disso?!
Rain: Eu graduei daquela escola. Há muito tempo...
Cloé: Isso parece tão bom... Eu quero ir lá também. Como eu posso entrar naquela escola?
Rain: Apenas aqueles que são escolhidos conseguem entrar naquela escola. Como uma ninguém como você poderia estar qualificada? Como se um ser uma zumbi de classificação baixa não fosse o suficiente. A menos que você tenha algumas conexões, é quase impossível.
Cloé: Hmm... Mesmo eu sei que isso é difícil, mas... Não há outro jeito? Você não pode apenas usar sua magia para fazer a “conexão” para mim? Oh, se isso precisará de algum “sacrifício”, eu posso lhe dar meu coração. Já que eu não morrerei sem ele... Você deve ser capaz de tomar meu coração sem toda a dor com magia, certo?
Rain: Que garota boba. Você não será capaz de se curar sem o coração. Sua aparência jovem e bela é toda graças a seu coração, em primeiro lugar. Não desperdice sua curta vida.
Cloé: Hmm...
Rain: Além disso, seu coração não é o suficiente, de qualquer forma.
Cloé: Por quê? Você disse que transformou uma sereia numa humana em troca da voz dela há muito tempo. Por que você consegue tomar a voz de uma sereia, mas não o coração de um zumbi?
Rain: Ha... você realmente é tão ingênua. A sereia está na classificação mais alta da Classe da Escuridão. Zumbis não podem nem se comparar. Aliás, a corda vocal da sereia é muito valiosa. Que parte de você tem algum valor? Você entende? Por favor, não diga tal bobagem em outro lugar, é constrangedor.
Cloé: Pare de me chamar de ingênua e boba... Eu sei que não sei de nada. É por isso que eu quero ir para a “Escola”!
Rain: Quão problemática você é. Eu disse a você que é impossível. Lembre-se, um zumbi apenas vale alguma coisa enquanto você ainda é jovem e bonita. Quando você ainda é jovem, você consegue até competir com as sereias, que possuem magnífica beleza... Mas uma vez que envelhecer, você seca como uma flor morta, e não pode nem mesmo comandar outras raças. Eu não acho que alguém como você tem a qualidade para entrar naquela famosa escola.
Cloé: Mas...!
Rain: Se você está assim tão desesperada, talvez possa fazer um acordo ao se vender para ser preservada em formalina. Há alguns colecionadores de alta qualidade que pagarão uma boa soma para ter seu rosto bonito em seus quartos.
Cloé: Mas se eu os deixar fazer isso comigo, eu definitivamente morrerei, certo?
Rain: Humph... Eu acho que não é um acordo, então.
Cloé: Oh! Você é tão malvada. E sobre o que você disse antes... Eu realmente sou apenas uma zumbi comum. Eu acho que sou a única zumbi que você já viu, mas há um monte de zumbis mais bonitos na minha cidade. Até minha vovó nunca disse que eu sou fofa ou linda. Talvez ela não achou que sua bisneta era fofa...?
Rain: Eu acho que é porque você é fofa que ela nunca disse isso.
Cloé: O quê...? O que você quer dizer?
Rain: Nada. ...olhe, a luz irá se pôr e ficará escuro em breve. Você deveria se apressar para casa, sua família irá se preocupar com você.
Cloé: Oh... Eu tenho que ir! Eu voltarei novamente, Rain-san!
Rain: Você não precisa voltar. Apresse-se e vá para casa!
Sra. Rain acenou sua mão para me enxotar de volta para casa. Eu fiz uma careta e mostrei minha língua para ela, então me virei e corri para casa.
Cloé: (Se eu chegar em casa atrasada, vovó definitivamente ficará zangada.)
A cidade zumbi onde eu vivia era bem depois da Floresta da Bruxa. Nós temos uma regra na cidade que não podemos sair da cidade sem permissão...
Cloé: Hmm... OK. Apenas me deixe passar por essa abertura...
Um dia, eu encontrei uma abertura nas barricadas rígidas cercando a cidade, e eu estive deslizando por ela para sair da cidade. Mas eu preciso manter isso um segredo. Especialmente de vovó...
Cloé: Ok, eu passei...
...Rasgo!
Cloé: Ah! Ai... Oh... Eu sou tão descuidada...
Eu fiquei presa num arame que estava se projetando, e ele rasgou minhas roupas e me deu um pequeno corte em minha perna.
Cloé: (Oh, não... Vovó definitivamente ficará furiosa se descobrir que eu me machuquei.)
Uma velhinha: Ah! Aquela não é Cloé?
Cloé: Oh... b, boa noite, senhora.
Cloé: Boa noite. ...o que você está fazendo nos limites da cidade?
Cloé: Oh... não, nada. E por que você está aqui, senhora?
Uma velhinha: Oh... sim. Aconteceu novamente, um incêndio.
Cloé: O quê...!
Uma velhinha: Foi a casa de Nina desta vez. O filho do Sr. Mario parece ter desaparecido também... Isso é tão aterrorizante, e parecem estar acontecendo frequentemente recentemente, também. Eu estava prestes a ir dizer o prefeito sobre isso...
Cloé: (Sra. Nina...)
Eu não mais podia ouvir suas palavras. Eu olhei ao redor, e vi um pilar de fogo se atirando no céu do Norte.
Cloé: (Nina-san... estava apenas com seu amante e parecia estar tão feliz... Nina-san também se sentiu “Terrível”?)
Eu curvei minha cabeça para a senhorita quem ainda estava falando, então corri na direção de minha casa. Eu abri a porta.
Cloé: Eu... Eu estou de volta...
???: Você está atrasada.
Cloé: Oh... Vovó Julia...
Julia: Onde você foi?
Cloé: Um... Eu estava...
Julia: ...é inútil encontrar uma desculpa. Eu supus que você saiu para a casa da bruxa novamente, certo?
Cloé: !! (Ela sabia...)
Julia: Por favor, não vá lá novamente. E se você se machucar indo para tão longe? O corpo de Zumbi é muito frágil. Se você ficasse seriamente machucada, é possível que você não será capaz de se recuperar completamente.
Cloé: Eu... Eu consigo entender isso, mas...
Vovó parece estar mais séria que antes, então eu puxei minha saia para esconder meus pés.
Cloé: (Se ela descobrisse o machucado nessa situação, é possível que não poderei sair da casa, ainda mais a cidade...)
Julia: Cloé, você me ouviu? Se não há um motivo especial, você não tem permissão de sair desta cidade. Eu acho que você deveria saber disso também, certo?
Cloé: Eu... Eu sei disso... mas... M-mas nós podemos falar sobre isso mais tarde... Você não tem convidados?
Julia: ...Convidados? Do que você está falando? Ninguém veio visitar.
Cloé: (Eu definitivamente senti outra pessoa estando aqui...)
Julia: Você achou que eu seria tirada do caminho por tal simples distração?
Cloé: Eu não quis fazer isso! (Isso é estranho... Eu achei que havia alguém atrás de mim...)
Julia: Honestamente... Bem, você tomou seu remédio?
Cloé: Oh, sim, é claro que tomei. Eu tomei antes de sair. Eu estive o tomando uma vez por dia desde que era uma criança. É parte de minha rotina diária agora, é claro que eu não me esqueceria.
Julia: Se você diz... Você entende, certo? Aquele remédio – –
Cloé: Eu sei. Ele previne a infecção de Zumbi, você quer dizer que eu não posso me esquecer de tomá-lo, certo? Se eu não tomar, eu posso infectar pessoas de outras raças quando os encontrar...
Julia: Sim. A nação tornou isso uma responsabilidade, e...
Cloé: Oh! Algo mais importante, você ouviu? Houve um incêndio na casa da Sra. Nina. Ela estava andando tão alegremente com o amante dela há apenas alguns dias.
Julia: ...
Cloé: Ei... por que todos têm tanto medo de “envelhecer”? Não apenas Sra. Nina. Sra. Mathilda tomou sua vida e a de seu amante junto há não muito tempo.
Julia: ...Cloé. Você não tem que saber algo assim.
Cloé: Por quê? Até meus pais se mataram antes que seus corpos decaíssem com a idade, certo? Eu era tão pequena quando isso aconteceu, então não sabia muito sobre isso... É tão terrível envelhecer e decair? Então, por que vovó...
Julia: Cloé...! Eu lhe disse várias vezes que você não tem que saber disso, certo?
Cloé: (Ela sempre me diz isso... Mas por que eu não posso saber? Seja vovó ou Sra. Rain, não importa para quem eu pergunte, eles não me dizem “A Realidade”...)
Nesta cidade, os zumbis que vivem muito como vovó são raros. Eu não sei o que torna os outros tão assustados que escolheriam morte.
Cloé: (Outras coisas sobre essa cidade... Até o motivo pelo qual todos os zumbis estão protegidos nesta cidade, é porque a característica zumbi de “Decair” pode infectar as outras raças... Já que temos tido o remédio para prevenir a infecção... Por que os zumbis ainda deveriam ter que ser enjaulados assim?) Eu... realmente quero saber o que não sei. Eu não quero continuar sendo ingênua. Por que você não quer me deixar saber sobre essas coisas? Há um lugar para o qual eu quero ir. A escola chamada de “Escola Alderic”. Todos são encorajados a estudarem lá sem discriminação de outras raças. Eu quero aprender um monte lá também!
Julia: Não diga algo estúpido assim... ...Você deveria ir dormir. A lua se pôs agora.
Cloé: Vovó! ...
De minhas numerosas experiências, eu sabia que nossa conversa estava em um fim. Mas é difícil para mim aceitar este resultado.
Cloé: (Não importa o que eles digam, eu apenas quero saber... Eu apenas quero ver o mundo que nunca vi antes. Como eu posso ir para a “Escola Alderic”?)
Não importa o quanto eu pensei nisso, nenhuma solução veio a mim, e a vida diária continuou como sempre... Mas o registro de entrada para a “Escola Alderic” foi enviada para mim vários dias mais tarde. Nossos passos ressoaram enquanto o professor e eu descemos o imaculado corredor.
Professor: Bem, nós chegamos. Essa será sua sala de aula a partir de hoje. Não se preocupe. Você se dará bem com os outros.
Eu dei um sorriso de volta ao professor que sorriu para mim.
Cloé: (Ha... Eu estou começando a ficar nervosa. Fique calma... fique calma... Oh!...)
No momento que a porta da sala de aula abre, todos os estudantes olham para mim.
Estudante 1: Ela é a nova estudante...?
Estudante 2: Ela é tão linda... qual é a raça dela? Ela não é uma sereia, é...!?
Estudante 3: Ela deve ser! Se ela não é uma sereia, como seu rosto pode ser tão lindo...
Professor: OK! Fiquem quietos, todo mundo. Bem. Cloé, por favor, apresente-se.
Cloé: S, sim! Prazer em conhecer vocês. Eu estarei frequentando esta escola com todos vocês a partir de hoje. Eu sou uma Zumbi, e meu nome é...
Estudante 4: Huh? Ela acabou de dizer... que é uma zumbi?
Estudante 6: Ela deve estar brincando... Um zumbi deveria ser muito mais... decadente e terrível, certo?
Essas perguntas vieram uma depois da outra e se espalharam por toda a classe.
Cloé: (Um... de algum jeito, eles parecem estar olhando para mim com uma atitude diferente que antes...)
Estudante 7: Ela é tão nojenta! Como pode uma zumbi vir para nossa escola?
Estudante 8: Essa é uma raça de classe baixa, certo? Ela deve ter vendido seu corpo bonito para alguém de classe superior para conseguir uma conexão aqui.
Estudante 9: Que detestável! Não apenas sua classificação é baixa, o que ela fez é tão sujo também.
Cloé: ... (Essa situação é...)
Eu posso ser ingênua, mas mesmo eu consigo sentir seu óbvio ódio para comigo.
Cloé: (Eu, não pareço ser muito bem-vinda aqui... O professor disse que não há discriminação aqui... Mas isso... é claramente discriminação, certo...?)
Bem quando eu estava começando a achar difícil encarar a hostilidade...
...Baque!
???: Calem-se. Ela ainda está falando. Não continuem a interrompendo como idiotas.
Cloé: (Ah...)
O estudante que silenciou o resto era um rapaz com olhos afiados e presas.
Estudante 10: Mas... mas, Shiba. Ela é... um zumbi...
Shiba: Então e daí? Huh?
???: Não importa a raça, a discriminação racial é proibida por regulamentos escolares.
Shiba: É isso! Isso é o que eu quero dizer! Nagi, bom trabalho!
Nagi: Não foi nada...
???: ...Eu não me importo o que seja, apenas continue falando. Quanto mais tempo nós estamos planejando desperdiçar numa apresentação por uma zumbi?
Shiba: Caramba! Eu acabei de dizer a todo mundo para parar com essa merda, Ray!
Ray: Humph... Eu não tenho motivo para ser tratado como um igual por seu tipo.
Shiba: Oh... você não é divertido mesmo. Você também acha, certo, Natsume?
Natsume: ...
Shiba: Ei, não me ignore!
Quando o professor aplaudiu, os barulhos na sala reduziram.
Professor: Certo, todo mundo, vamos parar aqui. Bem como Nagi disse, discriminação racial é proibido por nossos regulamentos escolares... Se vocês continuarem falando assim, eu não serei capaz de negligenciar isso como um professor agora, posso?
Estudantes: ...
A sala fica quieta pelas palavras do professor.
Professor: Bem, Cloé.
Cloé: Ah... Eu sou uma zumbi e meu nome é Cloé. Espero me dar bem com vocês!
Eu me curvei profundamente. Talvez por causa das palavras dos estudantes masculinos e do professor, ninguém riu de mim, mas aplaudiram desta vez.
Cloé: (Oh... Eu me sinto tão aliviada...)
Professor: Bem, então apenas nos deixe decidir o apoiador de Cloé diretamente.
Cloé: Um apoiador...?
Professor: Sim. Essa “Escola Alderic” é muito grande e contém vários lugares perigosos. Se você tem a força, eles não são nada demais, mas para uma zumbi fraca como você, eles podem se provar fatais. Não apenas como um apoiador, eu acho que você precisará de um parceiro para curtir sua vida no campus.
Cloé: (Parceiro...)
Professor: Hmm... bem...
???: Bem, professor. Eu quero ser a primeira candidata!
Aquela que falou alto é uma impressionante e adorável estudante feminina com seu cabelo amarrado em dois fofos rabos-de-cavalo.
Cloé: (Essa garota... tem chifres em sua cabeça...?)
???: Eu sou uma diabo cuja classificação está na classe alta da Escuridão, eu acho que devo ser capaz de ajudá-la em vários aspectos, você não acha? Sim... em “muitos” aspectos.
Seu sorriso é tão charmoso que mesmo eu, uma garota, sinto meu coração pular uma batida.
???: Ei... o que você acha? Professor.
Professor: ...Não, eu discordo. Eu sinto tanto por lhe rejeitar, mas ainda me sinto um pouco ansioso para colocá-la sob o cuidado de uma diabo como você.
Erica: Por quê? Eu não comerei a alma dela, prometo. Eu gosto de garotas fofas. Se vou comer alguém, prefiro que seja uma alma mais feia...
Erica olhou ao redor aos outros com seus olhos brilhantes, e todos se viraram para escapar de seu olhar.
Professor: ...de qualquer forma, eu irei pedir a você para recuar desta vez.
Erica: Hmm... É uma rara chance de construir uma profunda relação com uma garota tão adorável. ...OK. Bem... mesmo se não posso ser sua parceira, que tal ser amigas comigo? Eu sei que seremos grandes amigas, Cloé.
Cloé: O...OK... Obrigada. Eu também, Erica.
Professor: OK, já que este problema foi resolvido... ...Shiba, que tal você?
Shiba: Huh? Eu?
Professor: Você é um lobisomem, e como um animal de bando, você tem fortes habilidades sociais, então acho que posso confiar em você.
Shiba: ...Eu acho que tudo bem. Mas eu não tenho ideia sobre zumbis, então não posso prometer que cuidarei muito bem dela.
Cloé: (Um lobo... é por isso que ele tem as presas...)
Professor: Oh... Eu acho que Nagi é bom também.
Nagi: O quê!?
Professor: Ele é um homem invisível e é bom em seus estudos, também em ser amigável e compassivo.
Nagi: Não é nada... Mas, eu ajudarei se houver algo que posso fazer...
Cloé: (Ah, suas bochechas ficaram vermelhas. Ele parece ser um rapaz fofo...)
Professor: Ou... Ray também parece ser bom.
Ray: ...
Professor: Você tem orgulho em ser um vampiro também em ter excelentes habilidades, então fará um bom trabalho em protegê-la.
Ray: ...vampiros amam coisas lindas. O rosto dela por si só alcança meus padrões. Mas... Eu nunca estenderia uma mão para uma raça de classe mais baixa mesmo se o céu caísse.
Cloé: (Ele rejeita tão firmemente...)
Professor: Você pode ser de uma classe mais alta, mas eu lhe darei o mesmo aviso que todos os outros. Nenhuma discriminação permitida.
Ray: ...
Professor: Oh, sim... Natsume também é uma boa escolha.
Natsume: ...
Professor: Ele é uma múmia, mas não tão familiar com outros nesta sala... Talvez isso será uma boa chance para melhorar suas habilidades de comunicação.
Natsume: ...
Cloé: (Ele ignorou o que o professor disse?)
Professor: A decisão final será feita por você. O que você acha?
Cloé: Err... um... Eu... (Quem eu deveria escolher...?)
Esse é o fim do prólogo. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Vistas ♥