Ephemeral: Shiba (Episódio 2 Romance)

Oi oi, pessoal! Crys-chan voltou com mais Ephemeral. Espero que gostem! :)

Episódio 2 – O Encontro
Vários dias tinham passado desde meu primeiro dia na Escola Alderic, eu sentei em salas de aulas pela primeira vez em minha vida e tudo que aprendi foi algo novo.
Cloé: (A história do sistema de classe, os tipos de raças da Escuridão, seres humanos que existem em outro mundo... Se eu não tivesse vindo para esta escola, eu nunca saberia de todas essas coisas...)
Eu nunca soube que aprender algo seria tão divertido, e os dias pareceram voar. Eu senti que meu mundo fechado e entediante tinha repentinamente se aberto, e eu me senti empolgada.
Nagi: Cloé, você se acostumou com a escola?
Cloé: Oh, Nagi. Sim, apenas de pouco em pouco, mas eu me sinto tão feliz de saber todos os tipos de coisas. E Shiba sempre me trata bem...
Depois de dizer isso, eu virei meus olhos para o assento vago ao meu lado.
Cloé: Mas ele não veio hoje. O que aconteceu com ele?
Nagi: Oh... Eu não acho que ele estará aqui pelos próximos dois ou três dias... Eu serei seu apoiador enquanto ele estiver ausente, então não hesite me perguntar alguma coisa.
Cloé: Dois ou três dias...? Shiba está doente ou...?
Nagi: Ele está...
Professor: Cloé, você pode vir aqui por um momento, por favor?
Cloé: Oh... sim!
Eu apressadamente me levantei quando o professor me chamou do corredor.
Cloé: Desculpe, eu voltarei logo.
Nagi: Ok, tome seu tempo.
Eu balancei minha mão de volta para Nagi em resposta e sai para o corredor.
Cloé: Com licença, desculpe lhe manter esperando.
Professor: Está tudo bem. A propósito, como está a vida escolar para você?
Cloé: Muito boa! Erica, Nagi, e Shiba todos me tratam gentilmente. Tudo que aprendo na classe é algo que não sabia antes, e todo dia é novo e empolgante! Eu quero ensinar todas essas coisas para minha avó e outros em minha cidade...
Professor: Haha, sério? Isso é bom... É sempre bom ter um estudante apaixonado. Mantenha o bom trabalho.
Cloé: Sim! A propósito... Shiba está doente ou...?
Professor: Algo está errado com Shiba?
Cloé: Ele não esteve na escola mesmo hoje... Há alguns minutos, Nagi disse que “Ele não virá aqui dentro de dois ou três dias”...
Professor: Você não ouviu algo dele?
Cloé: Huh?
Professor: Por favor, ouça com cuidado.
Eu ouvi cuidadosamente quando ele me disse. Então, eu comecei a distinguir o que soou como os uivos de cachorros na distância.
Cloé: Isso é...
Professor: Esta noite é uma lua cheia. O dia de caça dos lobisomens. Se você for fundo no pátio traseiro, verá a floresta onde eles estão caçando. Eu acho que ele possa estar lá agora. Nós passamos pelo tópico de noite neste mundo, certo? A lua cheia no mundo dos humanos apenas dura um dia. Neste mundo, ela dura três dias. Durante este período, eles se tornarão bestas sedentas por sangue, então eles não se mostram para nós.
Cloé: Bestas... sedentas por sangue... (Oh sim, Shiba me disse. Eu não deveria chegar perto da floresta na noite de uma lua cheia porque é perigoso...)
Eu encarei a lua cheia do lado de fora da janela. Talvez por causa das histórias que ouvi de Shiba e do professor, a lua cheia repentinamente pareceu uma coisa aterrorizante.
Cloé: (Eu me pergunto se Shiba está lá fora caçando agora mesmo... Desejando sangue e carne, como uma besta...)
Mas a única visão de Shiba em minha mente era aquela de uma forma humana, como eu. Eu realmente não consigo imaginá-lo se tornando uma besta feia que deseja carne e sangue. Então, depois da escola naquele dia.
Erica: Hnnngh! O dia está finalmente acabado! Ei, Cloé. Você quer sair para curtir antes de voltar ao dormitório?
Cloé: Claro... ,mas, o que vamos fazer?
Erica: Bem... Que tal usar sua beleza para caçar alguns caras estúpidos?
Cloé: Você disse “caçar”... Um... Então você também come alguém como os lobisomens?
Erica: O que eu como é a alma. Eu não sou como Shiba, eu não como carne. Eu não tive uma alma fresca recentemente, e me sinto tãããão insatisfeita.
Cloé: Oh...
Nagi: ...Erica, você não pode fazer isso. Caçar no terreno da escola é proibido.
Erica: Se Nagi não disser a ninguém, ninguém saberá disso, certo?
Nagi: Esse não é o ponto...
Ray: Humph!... Para um diabo de classe alta, suas ações não são lindas. Se você apenas quiser mostrar seu poder, é melhor ir embora.
Erica: Ei, você não tem que dizer isso assim! É você quem está iniciando a luta pelo poder aqui!
Natsume: Tanto faz... Não se agrupem aí, vocês estão no caminho. Eu estou indo para casa.
Ray: Tut... eu também. Ei, Erica. Se você ainda consegue se considerar um diabo de classe alta, eu acho melhor você polir sua personalidade.
Erica: O que isso quer dizer?! Não ouse falar comigo desse jeito!
Ignorando a raivosa Erica, Ray se dirigiu direto para a porta e saiu...
Erica: Ei! Espere! Você apenas vai me dizer como se sente e fugir assim?!
E Erica, também, saiu da sala de aula correndo atrás de Ray.
Cloé: U-um... (O que eu deveria fazer agora...)
Nagi: Desculpe por isso, Cloé. Deve ter sido surpreendente ouvir tudo aquilo. Mas, Erica não estava tentando machucar você. Eu acho que, ela estava apenas tentando impedir você de ficar solitária do próprio jeito dela.
Cloé: ...solitária?
Nagi: Shiba não estava com você hoje. Você não estava ansiosa?
Cloé: Ansiosa... (Eu estava tão feliz ouvindo e vendo coisas novas que realmente não pensei nisso... Mas, agora que ele mencionou... talvez, eu esteja?)
Nagi: Eu estive observando você o dia inteiro, e você continuou olhando para a mesa de Shiba periodicamente.
Cloé: Err... Eu... olhei para a mesa de Shiba?
Nagi: Sim... Você não percebeu?
Cloé: ...De jeito nenhum.
Nagi: Oh... Então, talvez foi meu engano. Se você não se sente solitária ou ansiosa, está tudo bem. Monstros como nós são melhor adequados para vivermos sozinhos, então se você estiver bem sozinha, isso está bem. Se você não se sentir isolada... então, isso é para o melhor.
Cloé: (...? Nagi...?)
Nagi repentinamente pareceu triste. Mas no momento seguinte, ele me deu um sorriso adorável como de costume.
Nagi: De qualquer forma, vamos para casa. Nós podemos andar de volta aos dormitórios juntos.
Cloé: Ok, mas...
Talvez porque Nagi apontou, mas de algum modo, eu estava excessivamente curiosa sobre Shiba.
Cloé: (Olhando para a mesa de Shiba... talvez eu esteja solitária, eu apenas não percebi. Eu fui dita para não ir para a floresta, mas... Eu deveria ficar bem se apenas for ao pátio traseiro na frente dela, certo?) Desculpe, eu... Eu quero ir a algum lugar!
Nagi: ...uh?
Cloé: Vejo você amanhã! Tchau!
Eu balanço minha mão ao confuso Nagi, e corri para fora da sala de aula. O pátio traseiro ainda estava tão lindo quanto eu me lembrava.
Cloé: (Eu vim todo o caminho aqui, mas... Eu não posso entrar na floresta, então o que eu deveria fazer?)
Mesmo se eu vir aqui, eu não posso ver Shiba. Talvez... eu deveria ter ido para casa com Nagi?
Cloé: Hmm...
Enquanto fiquei em pé lá sem saber o que fazer, eu repentinamente ouvi um latido fofo.
???: Arf...
Cloé: ...uh?
Então, eu sinto algum calor em meus pés e quando olhei para baixo, eu vi um pequeno animal se esfregando contra mim.
???: Arf!
Cloé: (É tão pequeno e macio! Isso é um... cachorro?)
Esse pequeno animal gruda em meus pés e continua a latir.
Cloé: Uau...! Essa é a minha primeira vez vendo um cachorro de verdade fora de um livro! Você é tão fofo... venha cá?
Mas no momento que eu estiquei minha mão para aquele adorável e pequeno animal...
Um pequeno cachorro: Rosnado!
Cloé: Ai!?
Ele mordeu minha mão estendida, e um pouco de sangue está fluindo de minha pele.
Cloé: Oh...! (O que eu deveria fazer... É difícil parar meu sangramento...)
O pequeno cachorro correu para dentro da floresta, como se estivesse apavorado pela visão de meu sangue.
Cloé: Oh... você não pode ir aí! É...! Ha... Ha... Oh! Eu te encontrei!
Sem pensar, eu corri atrás do pequeno cachorro e entrei na floresta, e o encontrei imediatamente depois de entrar na floresta.
Cloé: Vamos! É muito perigoso aqui.
Quando eu o seguro em meus braços, o pequeno cachorro começa a se sentir empolgado e tenta morder minha mão novamente.
Um pequeno cachorro: Grrrrrrrr...!!!
Cloé: Ai! Não me morda! (Como eu posso fazê-lo se acalmar...?)
-Acariciar as costas dele. {+20 Normal}
{?}
-Acariciar a cabeça dele. {+20 Feliz}
Cloé: Bom garoto, você pode se acalmar agora? Bom garoto... bom garoto...
Um pequeno cachorro Grrrrr... ark...
Eu abro minha mão para acariciar sua cabeça. No começo, ele apenas continuou latindo para mim. Mas pouco a pouco, ele pareceu estar se acalmando e se torna bem-comportado.
Cloé: (Ele parece se sentir confortável... Haha... é tão fofo.) Oh! Eu não posso ficar aqui...!
Um pequeno cachorro: Arf!
Eu abraço o pequeno cachorro que finalmente se acalmou em meus braços e começo a correr.
Cloé: (Se eu não correr para fora desta floresta o mais cedo possível... Eu posso ser morta por lobos!) Ha... Eu acho que deve ser aqui atrás. Bem... pelo menos, eu estava perto da entrada para a floresta, então não encontramos nenhum lobo.
Um pequeno cachorro: Woof...
O pequeno cachorro viu que minha mão ainda estava sangrando e lambe minha ferida com uma expressão triste.
Cloé: Oh... você está lambendo a ferida para mim? Obrigada. Mas...
Um pequeno cachorro: Gruf?! Pff pff!
Cloé: Hahaha... Eu pensei que sim. Provavelmente não tem um gosto bom. (Meu coração está batendo agora... então eu acho que meu corpo não vai decair, mas... a circulação de meu sangue ainda não é boa.) Bem, o que eu deveria fazer com você? É perigoso entrar na floresta...
Um pequeno cachorro: Woof...
Eu considerei um pouco com minha mão segurando o pequeno cachorro. E, eu cheguei à minha conclusão...
Esse é o fim do segundo episódio. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Vistas ♥