Ephemeral: Shiba (Episódio 6 Romance)

Oi oi, pessoal! Crys-chan voltou com mais Ephemeral. Espero que gostem! :)

Episódio 6 – Compartilhamento de segredos
Cloé: ... E? Você pode explicar isso para mim?
Shiba: ...Sim.
Com uma marca vermelha de uma palma na bochecha esquerda, Shiba senta endireitado em minha cama. Eu acordei quando a lua nasceu, e descobri que aquele dormindo ao meu lado não foi o cachorrinho, mas Shiba.
Cloé: Por que você está dormindo na minha cama? Para onde o cachorrinho foi? Não poderia ser... Shiba, você o afugentou daqui!?
Shiba: O quê? Não! Como você não consegue perceber o que aconteceu mesmo nessa situação?!
Cloé: O que eu deveria perceber?
Shiba: A identidade daquele cachorro! Aah, merda. Não é nem mesmo um cachorro!
Cloé: Do que você está falando?
Shiba: Eu disse! Aquele que você chamou de cachorrinho sou eu! Aquela é minha forma de lobo!
Cloé: ...
Shiba: ...você entende agora?
Cloé: Shiba...
Shiba: S-sim?
Cloé: Por que você inventaria uma mentira tão óbvia?
Shiba: ...o quê?
Cloé: Você é um lobo, certo? Mas aquele animalzinho é um cachorro, certo? Então é impossível que ele fosse você.
Shiba: EU ESTOU DIZENDO A VOCÊ! Aquilo não é um cachorro! Aquilo é um lobo completo!
Cloé: Oh, claro.
Shiba: Você... você está fazendo isso de propósito, não é? Isso está começando a realmente doer...
Cloé: Mas...
Cloé: (Aquele cachorro é tão fofo... mas isso é Shiba como um lobo...?)
Se minha memória estiver correta... Shiba disse que o lobo é uma besta selvagem atrás de carne e sangue. Mas eu realmente não consigo ligar o adorável cachorro com uma besta feroz.
Cloé: Ele é tão fofo... você está falando sério?
Shiba: Pare de dizer fofo. Isso me deixa triste.
Cloé: Mas ele é realmente... realmente fofo! Um lobo é uma terrível besta que deseja carne e sangue, certo? A fofura daquele cachorrinho é infinita, e quase me assusta quão fofo ele é, mas além disso...
Shiba: Eu... Eu não estou mentindo! Aquela coisa que você acredita ser um cachorrinho realmente sou eu! Além disso! Não é um cachorrinho, é um lobo! Não me faça repetir isso!
Cloé: Como poderia ser... Ele ficava tão feliz de me deixar ver sua barriga quando eu acariciava sua cabeça e amava quando eu o abraçava... Como poderia ser...?
Shiba: Guh!
Cloé: Oh! Espere... Então, você também tomou um banho comigo!?
Shiba: ...! Aq-aquilo foi...!
Cloé: Que horrível, Shiba! Você me viu nua?!
Shiba: E-Eu vi... não, esse não é o ponto! Eu não tive uma escolha! Quando eu me torno um lobo, eu perco minha consciência e memória como um humano. Eu... Eu posso apenas agir de acordo com minha natureza...
Cloé: Então está na sua natureza se aproximar de mim para ser afagado, e me lamber toda.
Shiba: Gah...! V-você, você dá uns socos bem desagradáveis no meu coração, não é...
Cloé: Hmm... Mas por que você apenas não me disse isso depois da primeira lua cheia? Você mesmo se lembra do que fez enquanto era um lobo?
Shiba: U-um, bem... quando eu retorno para minha forma humana, eu mantenho minhas memórias de lobo, então sim, eu me lembro.
A última parte foi mal audível, quando Shiba diminuiu sua voz desajeitadamente.
Shiba: Eu sinto muito que não disse a você. Mas... Como eu deveria te dizer... que tomei banhos com você e dormi na mesma cama? Oh... merda. É por isso que eu disse a você tantas vezes para não o levar ao seu quarto...
Shiba abaixou sua cabeça. E eu consigo ver suas orelhas e pescoço ficando vermelhos.
Cloé: Você está... envergonhado, agora?
Shiba: Eu te disse, pare de apunhalar meu coração.
Cloé: Mas, eu estou envergonhada também... Se você estiver envergonhado também, então eu acho que nós podemos dizer que estamos quites. (Eu ainda não consigo acreditar que aquele cachorrinho é Shiba, mas... Mas se Shiba tivesse perdido toda a sua razão e memórias, então não foi obra do Shiba, certo?)
Shiba: ...Cloé. Um... Eu realmente sinto muito, por um monte de coisas. Um... você está zangada?
-Eu perdoarei você. {+20 Final Normal}
{?}
-Que tal a responsabilidade de tomar meu primeiro beijo? {+20 Final Feliz}
Cloé: Eu não estou zangada... mas que tal a responsabilidade de tomar meu primeiro beijo?
Shiba: O quê!?
Cloé: Porque... você lambeu meus lábios um número de vezes.
Shiba: Lam... Lamber...!? ...Desculpe! Eu confessarei isso como um homem...
Cloé: Haha, estou apenas brincando.
Shiba: Huh...?
Cloé: Naquele momento, você é um cachorro...oh...um lobo, eu não senti que fui beijada. Hahaha! Eu assustei você? Essa é uma pequena vingança por ter me visto nua.
Shiba: ... Você... realmente tem um... oh, tanto faz.
Cloé: Sério, no entanto, você deveria apenas ter me dito. Você me surpreendeu tanto, eu sinto muito que bati em você.
Shiba: ...Bem, eu posso entender. Eu... bem, eu devo também dizer isso agora, mas eu tenho um grande complexo sobre aquela forma.
Cloé: Por quê? Eu acho que ela é muito fofa.
Shiba: É por isso que eu não gosto dela! Ouça! Como um lobo, o melhor elogio deveria ser belo!
Cloé: Err... Sério? Eu prefiro um fofo...
Shiba: Eu não me importo com a preferência de uma mulher! Os outros lobos, eles são todos grandes e fortes. Mas... apenas eu... Eu sou o único que acaba sendo algo tão patético... É por isso que não posso ir mais fundo na floresta. Eu não quero que ninguém me veja... especialmente deixar os outros me verem daquele jeito. Há mais jogo para caçar quanto mais fundo você vai na floresta. Há raramente quaisquer lobos que ficam ao redor da entrada.
Cloé: Shiba... (É por isso que ele sempre ficou perto da entrada...)
Eu sinto uma picada em meu coração quando vi Shiba ranger seus dentes em humilhação.
Cloé: (Eu posso fazer qualquer coisa por ele? Porque eu não gosto de ver Shiba amargo...)
Shiba: ...Desculpe. Eu não sou muito legal, não é. Estar reclamando para uma mulher assim. Mas de qualquer forma, aquele que você achou que era um cachorro era eu, então a partir da próxima lua cheia, se você me ver, apenas me deixe—
Cloé: Não! Eu não te deixarei sozinho!
Shiba: ...Huh?
Cloé: Eu entendo agora que você está com problemas pela sua forma de lobo. Então... Que tal me deixar te ajudar a encontrar uma solução para mudá-la?
Shiba: Encontrar uma solução... Como?
Cloé: Eu não sei ainda... Mas ao invés de fazer nada, eu confio que definitivamente será melhor fazer alguma coisa, certo? Se houver qualquer coisa que eu possa fazer, eu farei. Então, Shiba...
Shiba: ...Por quê?
Cloé: Huh?
Shiba: Por que você mesmo iria querer me ajudar?
Cloé: Isso é porque...
Shiba: Eu sinto muito, mas não estou procurando por nenhuma simpatia aqui. Você apenas tem que ficar quieta... sobre como minha forma de lobo... É-é como um cachorrinho... Apenas não diga a ninguém, nunca.
Cloé: Shiba...
Eu sinto que algo estava apertando meu coração enquanto observava Shiba falar tristemente.
Cloé: (Simpatia...? Eu não acho que essa seja minha razão... O que é esse sentimento que eu tenho? Eu não claramente sei, mas...) Eu... Eu não quero ver você tão triste.
Shiba: O quê...?
Cloé: Eu gosto quando você está sendo você. Você deveria ser o Shiba confiante e excessivamente mandão que sempre é.
Shiba: O que você quer dizer confiante e excessivamente mandão...
Cloé: Então, mesmo se você disser que não precisa, eu ainda quero te ajudar!
Eu me deixei levar no momento, e apertei a mão de Shiba na minha. Shiba arregalou seus olhos em surpresa, e eu fiquei um pouco nervosa.
Shiba: O-o que está errado com você... metendo seu nariz nos negócios de outras pessoas...
Shiba desviou o olhar, e reclamou comigo sob sua respiração. Mas eu pude ver que suas bochechas, orelhas e até seu pescoço ficam mais vermelhos que antes.
Esse é o fim do sexto episódio. Até a próxima! :)

Comentários

Mais Vistas ♥